Filho de ganhadora da Mega da Virada é preso sob suspeita de forjar sequestro

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Jovem e comparsa tentaram obter R$ 300 mil com falso crime após a mãe embolsar R$ 2 milhões em bolão

Divulgação
Santos e Oliveira, suspeitos de forjar sequestro

Um jovem foi preso sob suspeita de forjar o próprio sequestro para tentar ficar com parte do dinheiro que a mãe ganhou na Mega-Sena da Virada do ano passado.

Cristiano Araújo dos Santos, de 22 anos, e o comparsa Wellington Santos Oliveira, de 20, foram detidos na sexta-feira (31), na rua Felicidade, em Várzea Paulista, na Grande São Paulo, em operação conjunta realizada pelas polícias civis da Bahia e de São Paulo.

A mãe de Santos é uma das ganhadoras do bolão de Teofilândia (a 199 km de Salvador) que faturou R$ 56 milhões no último sorteio de 2013. Sua parte do prêmio ficou em R$ 2 mihões.

Relembre casos de polícia relacionados à Mega-Sena:

Adriana Almeida ficou conhecida por viúva da Mega-Sena. Foto: Agência O GloboAdriana Almeida, viúva de Renné Senna, foi inocentada após seis dias de julgamento de repercussão nacional. Foto: Roberto Moreyra / Agência O GloboRenné Sena estava bebendo com amigos em um bar de Rio Bonito quando foi assassinado. Foto: Arte iGDois homens chegaram a bordo de uma moto e dispararam contra o milionário. Foto: Arte iGReconstituição de assassinato de ganhador da Mega-Sena. Segundo denúncia do MP, crime foi encomendado pela mulher da vítima, Adriana Ferreira de Almeida. Foto: Arte iGCasa do ganhador da Mega-Sena que foi assassinado em 2007. Foto: Ricardo Galhardo, iG São PauloMárcio Xavier de Lima, em nome de quem foi aberta conta para receber falso prêmio da Mega-Sena. Ele é suspeito de envolvimento em desvio de R$ 73 milhões  . Foto: ReproduçãoGerente-geral da agência da Caixa em Tocantinópolis, Robson Pereira do Nascimento, foi detido no fim de 2013 sob suspeita de envolvimento no desvio de R$ 73 milhões da Mega-Sena. Foto: ReproduçãoFilho do suplente de deputado Ernesto Vieira Carvalho Neto diz estar  "jogando dinheiro fora". Pai é suspeito de desviar R$ 73 milhões da Caixa. Foto: ReproduçãoO suplente de deputado federal Ernesto Vieira Carvalho Neto (PMDB-MA) foi preso em 19/1/2014 sob suspeita de ser o mentor de fraude contra a Caixa. Foto: Reprodução/TV AnhangueraAvião que, segundo a PF, foi comprado pelo suplente de deputado federal Ernesto Vieira Carvalho Neto (PMDB-MA) com dinheiro de desfalque na Mega-Sena. Foto: Reprodução/TV AnhangueraFilho (à esq.) forja sequestro para embolsar parte de prêmio da Mega-Sena da Virada da mãe com a ajuda de comparsa (à dir.). Foto: DivulgaçãoPoliciais libertam em dezembro de 2013 um ganhador de um dos prêmios da Mega-Sena. Foto: Futura Press

De acordo com a polícia civil da Bahia, o filho, ao saber da notícia, pediu dinheiro para comprar uma casa em Várzea Paulista, onde morava há dois anos. Como o pedido foi negado, ele simulou o sequestro com a ajuda de Oliveira. Eles pediram resgate de R$ 300 mil. 

As investigações começaram em 23 de janeiro, quando a ganhadora do prêmio desconfiou do crime e comunicou à polícia o sequestro do filho. A negociação durou apenas um dia. O mandado de prisão temporária foi expedido pela Justiça de Teofilândia. Os presos foram levados para o Centro de Triagem de Jundiaí, no interior de São Paulo, e devem ser encaminhados para a Bahia.

Leia tudo sobre: mega-senamega da viradacrimesequestrobahiasão pauloigsp

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas