Jovem e comparsa tentaram obter R$ 300 mil com falso crime após a mãe embolsar R$ 2 milhões em bolão

Santos e Oliveira, suspeitos de forjar sequestro
Divulgação
Santos e Oliveira, suspeitos de forjar sequestro

Um jovem foi preso sob suspeita de forjar o próprio sequestro para tentar ficar com parte do dinheiro que a mãe ganhou na Mega-Sena da Virada do ano passado.

Cristiano Araújo dos Santos, de 22 anos, e o comparsa Wellington Santos Oliveira, de 20, foram detidos na sexta-feira (31), na rua Felicidade, em Várzea Paulista, na Grande São Paulo, em operação conjunta realizada pelas polícias civis da Bahia e de São Paulo.

A mãe de Santos é uma das ganhadoras do bolão de Teofilândia (a 199 km de Salvador) que faturou R$ 56 milhões no último sorteio de 2013. Sua parte do prêmio ficou em R$ 2 mihões.

Relembre casos de polícia relacionados à Mega-Sena:

De acordo com a polícia civil da Bahia, o filho, ao saber da notícia, pediu dinheiro para comprar uma casa em Várzea Paulista, onde morava há dois anos. Como o pedido foi negado, ele simulou o sequestro com a ajuda de Oliveira. Eles pediram resgate de R$ 300 mil. 

As investigações começaram em 23 de janeiro, quando a ganhadora do prêmio desconfiou do crime e comunicou à polícia o sequestro do filho. A negociação durou apenas um dia. O mandado de prisão temporária foi expedido pela Justiça de Teofilândia. Os presos foram levados para o Centro de Triagem de Jundiaí, no interior de São Paulo, e devem ser encaminhados para a Bahia.

    Leia tudo sobre: mega-sena
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.