CNJ determina inspeção no complexo prisional campeão de mortes em 2013

Por Vasconcelo Quadros , iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Penitenciária de Pedrinhas (MA) contabiliza mais de 50 homicídios este ano. Em dezembro foram sete mortes

O ministro Joaquim Barbosa, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), determinou uma inspeção no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, no Maranhão. O local contabiliza mais de 50 assassinatos este ano, alguns com requintes de crueldade. Somente em dezembro foram sete mortes. A onda de violência levou a Corte Interamericana de Direitos Humanos a cobrar providências do Estado brasileiro.

Conheça a home do Último Segundo

Leia mais: Confronto de facções no Maranhão deixa três decapitados

Facções dominam sistema prisional brasileiro

O trabalho, iniciado nesta sexta-feira, é coordenado pelo juiz Douglas Martins, diretor do Departamento de Monitoramento e Fiscalização do Sistema Carcerário e de Medidas Socioeducativas do CNJ. Também está no local o procurador Alexandre Berzosa Saliba, do Conselho Nacional do Ministério Público.

As causas da violência estão relacionadas à guerra entre facções que dominam o complexo, entre elas o Primeiro Comando do Maranhão (PCM) e o Bonde 40, rivais do Primeiro Comando da Capital. O complexo de Pedrinhas é considerado o mais violento do País.

Leia tudo sobre: pedrinhasmaranhãosistema prisionalcadeias

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas