Atrasos ou cancelamentos afetam cerca de 15% dos voos, diz Infraero

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Autuada no sábado pela Anac, a Gol ainda registrou atraso de 24,1% de seus voos domésticos desde a meia-noite

Depois de registrar grandes índices de atraso e cancelamento de voos durante o sábado, que causaram longas filas e discussões em alguns aeroportos, a situação ainda não se normalizou neste domingo (08).

Conheça a home do Último Segundo

Renato S. Cerqueira/Futura Press
Movimentação intensa de passageiros devido a atrasos e cancelamento de voos no aeroporto de Congonhas, em São Paulo (SP), neste sábado (7/12)

Sábado: Atrasos em voos levam Anac a multar Gol e notificar TAM

Até as 22 horas deste domingo, os voos domésticos apresentavam um índice de atraso ou cancelamento de 15,8% - 11,7% atrasados, 4,1% cancelados, segundo a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero).

O aeroporto com a pior situação neste domingo é o de Brasília, onde 57 das 181 partidas programadas saíram com atraso. O Aeroporto de Guarulhos, o segundo mais afetado, informou que está operando normalmente e que a maioria dos voos pendentes é da Gol Linhas Aéreas. A empresa teve 24,1% dos seus voos domésticos com atraso, além de 46 cancelamentos (6,2%) em todo o País.

Em nota: Gol diz que atrasos podem chegar a 25% neste domingo

No sábado, a companhia chegou a ser autuada pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) por falhas na prestação de assistência a passageiros, após registrar atrasos em cerca de 40% dos voos previstos para o sábado. A multa pode variar de R$ 4 mil a R$ 10 mil. 

Em rotas internacionais partindo do Brasil, o índice de atraso é de 16,7%. A Gol tem um voo em atraso, sem nenhum cancelamento. Um voo da TAM também está atrasado.

A assessoria de imprensa da Gol informa que a demora na normalização se deu porque a empresa deu prioridade, a partir da meia noite deste domingo, aos voos que estavam previstos para sábado. Segundo a empresa, o problema foi desencadeado pelas fortes chuvas que atingiram o eixo Rio-São Paulo na noite de quinta-feira (5).

A Anac também notificou a TAM Linhas Aéreas. A empresa terá dez dias para comprovar a prestação de assistência aos passageiros em decorrência de problemas observados ontem em Guarulhos. Se a agência constatar que houve irregularidades, a TAM também será autuada.

No sábado, os principais estados afetados foram Rio de Janeiro e São Paulo. Os problemas nessas duas regiões criaram um efeito dominó que afetou os serviços em diversas partes do Brasil nos dias que se seguiram.

*Com Agência Estado e Agência Brasil

Leia tudo sobre: aeroportosatrasosgoltamanacinfraero

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas