Cabos são antigos e substituição dos equipamentos é feita respeitando uma lógica de racionalidade econômica

Agência Brasil

A Companhia Energética de Brasília (CEB) informou que o princípio de incêndio no Ministério das Comunicações e dos Transportes, na tarde de ontem (24), foi provocado por uma falha em um cabo que interliga a estação transformadora à estação elétrica do prédio. Em entrevista, nesta sexta-feira (25), o diretor de Operações da CEB, Manoel Clementino, disse que houve um superaquecimento no cabo que já foi trocado.

Conheça a nova home do Último Segundo

Pessoas são socorridas após explosão de subestação de energia no prédio dos Ministérios em Brasília nessa quinta-feira (24)
Agência Brasil
Pessoas são socorridas após explosão de subestação de energia no prédio dos Ministérios em Brasília nessa quinta-feira (24)

De acordo com Clementino esses cabos são antigos e a substituição de equipamentos é feita respeitando uma lógica de uma racionalidade econômica. “É feito um diagnostico e quando os equipamentos indicam algum tipo de desgaste ou falha a gente substituí”. Ele acrescentou que, mesmo antigos, quando os cabos apresentam bom funcionamento “não há porque substituir” porque a CEB aproveita o recurso que seria gasto com a reposição em outras áreas que demandam urgência.

Mais:  Prédio de ministérios é esvaziado após explosão em Brasília

Segundo ele, o órgão investiu mais de R$ 10 milhões em reformas de todas as 17 subestações que se encontram no interior dos ministérios. O diretor destacou que até o incidente da tarde desta quinta-feira, no Ministério das Comunicações, a subestação estava em fase de pintura. Já no Ministério do Esporte, a reforma será finalizada no final deste mês.

"Nossa meta é retirar por definitivo essas subestações do interior dos ministérios. Essa é uma concepção antiga que estamos trabalhando junto com o Ministério do Planejamento para mudá-la. Como essa ação será resolvida a longo prazo, por depender de uma articulação dos governos Federal e do Distrito Federal, resolvemos realizar as reformas imediatamente” explicou o diretor.

O princípio de incêndio começou por volta das 17h. Por causa do incidente, o prédio do Ministério das Comunicações e dos Transportes foi interditado e os servidores estão dispensados até a próxima terça-feira (29) para que a CEB possa consertar o transformador.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.