Ministério diz que mais de mil profissionais estão trabalhando no Mais Médicos

Por Agência Brasil |

compartilhe

Tamanho do texto

Segundo cálculos, 3,5 milhões de pessoas estão sendo beneficiadas, sendo que 61% vivem no Norte e Nordeste

Agência Brasil

O Ministério da Saúde divulgou nesta terça-feira (15) que 1.020 médicos do Programa Mais Médicos estão trabalhando. Eles foram contratados na primeira etapa. Do total, 577 são formados no Brasil e 443 têm diploma estrangeiro e atuam no país por meio de registro provisório. Conforme o levantamento, 40% estão trabalhando no Nordeste, com destaque para os estados da Bahia e do Ceará que, juntos, reúnem 205 profissionais.

Conheça nova home do Último Segundo

De acordo com cálculos do ministério, 3,5 milhões de pessoas estão sendo beneficiadas com os atendimentos dos profissionais, sendo que 61% vivem no Norte e Nordeste do país.

Os médicos da primeira etapa do programa estão alocados em 577 municípios e 17 distritos sanitários indígenas. Do total de locais atendidos, 423 são cidades com 20% ou mais da população em situação de extrema pobreza, com mais de 80 mil habitantes e menor renda per capita, além de áreas indígenas. As demais áreas atendidas são periferias de 20 capitais e 151 regiões metropolitanas.

Leia também:
Governo barra na Justiça processos contra coordenadores do Mais Médicos
Dilma prepara vetos a mudanças do Congresso no programa Mais Médicos

Mais 2.597 profissionais, da segunda seleção, devem iniciar as atividades ainda neste mês. Com a entrada deles em atuação, o governo estima que mais de 9 milhões de brasileiros terão atendimento em atenção básica. O Ministério da Saúde avalia o impacto da atuação dos profissionais com base no número de famílias cadastradas para o atendimento nas unidades básicas. Atualmente, cada equipe de atenção básica do Sistema Único de Saúde (SUS) atende, em média, 3.450 pessoas.

"Nosso objetivo é até, entre março e abril, ter aqui no Brasil os 12 mil médicos que são necessários, num primeiro momento que nós chamamos, autorizados, considerando tudo, todas as demandas de todos os municípios", disse a presidenta Dilma Rousseff ontem (14) em entrevista a rádios mineiras.

Os brasileiros da segunda seleção do programa tiveram até esta segunda-feira (14) para se apresentar nos municípios. O ministério ainda não divulgou o número de profissionais que se apresentaram. Os profissionais formados no exterior devem concluir o módulo de avaliação do programa até o dia 25 de outubro.

Leia tudo sobre: mais médicosprofissionaisministério

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas