Maioria dos internautas do iG é a favor de regularizar profissão de prostituta

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Deputado Jean Wyllys (PSOL-RJ) apresentou um projeto de lei que prevê a legalização de casas de prostituição

A maioria dos internautas do iG defende a regularização da profissão de prostituta no Brasil. Em enquete realizada entre quarta-feira (9) e esta sexta-feira (11), dos 32.649 votos registrados, 19.643 (60,16%) opinaram a favor da medida.

"Desafio": assista ao debate sobre profissionalização da prostituição

Se mostraram contra 12.830 (39,29%) internautas. Outras 176 pessoas disseram que não tem uma decisão sobre o assunto. Recentemente, o deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ), apresentou um projeto de lei que prevê a legalização de casas de prostituição no País.

Leia também: As veteranas da prostituição no centro de São Paulo

Reprodução
Enquete: profissionalização da prostituição

Se aprovado, o projeto garante a esses profissionais o acesso à saúde, ao direito do trabalho, à segurança pública e, principalmente, à dignidade, defende Wyllys. De acordo com a proposta, considera-se profissional do sexo toda pessoa capaz e maior de 18 anos que, voluntariamente, presta serviços sexuais mediante remuneração.

Também, segundo o projeto, esses profissionais poderão atuar de forma autônoma ou em cooperativa e terão direito a aposentadoria especial após 25 anos de serviço. Na justificativa da proposta, o deputado afirma que o objetivo não é apenas regularizar a profissão, mas também combater a exploração sexual. O texto veda a prática e prevê a fiscalização das casas de prostituição e o controle do Estado sobre o serviço.

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas