Índios fazem enterro simbólico de políticos em Brasília

Por Agência Brasil |

compartilhe

Tamanho do texto

Índios entregaram a parlamentares uma carta pedindo paralisação de várias propostas em tramitação no Congresso

Agência Brasil

Em manifestação contra propostas que pretendem mudar as regras das demarcações de terras indígenas, um grupo de índios fez hoje (3), no gramado em frente ao Congresso Nacional, o enterro simbólico da ministra Gleisi Hoffmann, chefe da Casa Civil da Presidência da República, da senadora Kátia Abreu (PSD-TO), do deputado Ronaldo Caiado (DEM-GO) e do advogado-geral da União, Luís Inácio Adams.

Leia também:
Índios bloqueiam rodovias em protesto contra projetos de lei
Índios e ativistas fazem marcha em Brasília

Agência Brasil
Índios acampados em frente ao Congresso entregam a parlamentares lista de prioridades de todas as etnias indígenas

Os índios entregaram a um grupo de parlamentares uma carta pedindo a imediata paralisação de várias propostas em tramitação no Congresso, entre elas a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 215, que transfere do Executivo para o Congresso a prerrogativa de demarcação de terras indígenas.

“Nós, caciques e lideranças indígenas de todo o Brasil, mobilizados em Brasília e simultaneamente em vários estados, repudiamos de público os ataques orquestrados pelo governo da presidenta Dilma Rousseff e parlamentares, maioritariamente ruralistas do Congresso Nacional, contra os nossos direitos originários e fundamentais, principalmente os direitos sagrados à terra, territórios e bens naturais garantidos pela Constituição Federal de 1988”, diz trecho da carta, assinada pela Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib).

Apesar de pacífica, a manifestação foi acompanhada por dezenas de policiais militares, que fizeram um cordão de isolamento próximo ao espelho d'água em frente ao Congresso para impedir a passagem dos índios.

Na última quarta-feira (2), representantes de 31 etnias indígenas reuniram-se com o presidente em exercício da Câmara dos Deputados, André Vargas (PT-PR), e diversos deputados para apresentarem suas principais reinvindicações ao Parlamento. Durante o encontro, que foi promovido pela Comissão de Legislação Participativa, os índios reclamaram das propostas em tramitação no Congresso, por considerá-las prejudiciais aos povos indígenas.

Leia tudo sobre: índiosprotestobrasília

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas