Agentes farão fiscalização, inibição, prevenção, coibição e repressão ao contrabando, tráfico de drogas e de armas

Agência Brasil

O Ministério da Justiça autorizou o uso da Força Nacional de Segurança, em caráter provisório e planejado, na região de fronteira do Acre. De acordo com portaria publicada na edição de nesta segunda-feira (30) do Diário Oficial da União, a tropa deverá permanecer no local, a partir de hoje, pelo período de 180 dias, podendo ser prorrogado em caso de necessidade.

Leia também: Em protestos no Acre, polícia é exaltada em cartazes e slogans

Agentes da Força Nacional
AE
Agentes da Força Nacional

Entre as atividades que serão desempenhadas pela Força Nacional estão a fiscalização, inibição, prevenção, coibição e repressão aos crimes de contrabando, de tráfico de drogas e de armas. A operação terá o apoio logístico e a supervisão dos órgãos de segurança pública estaduais.

Segundo a portaria, a autorização para o envio dos homens ao local ocorreu após solicitação feita este mês pelo governador do Acre, Tião Viana (PT), com o objetivo de combater ilícitos penais de tráfico de drogas, armas e crimes na fronteira com o Peru e a Bolívia.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.