Assim autoridades poderão comprar, sem o processo burocrático de concorrência pública, remédios e alimentos para agilizar o processo de atendimento às vítimas

Ponto de alagamento no centro de Blumenau (SC)
Denner William/Futura Press
Ponto de alagamento no centro de Blumenau (SC)

O governador de Santa Catarina, Raimundo Colombo, assinou no final da tarde desta segunda-feira (23) decreto de situação de emergência em 50 municípios catarinenses por conta da chuva que atinge o Estado desde o fim da semana passada. O decreto será publicado na edição do Diário Oficial do Estado desta terça-feira (24) e ficará em vigor por 180 dias. O principal objetivo do decreto, de acordo com Colombo, é garantir que os órgãos de Defesa Civil e as prefeituras possam atuar na recuperação dos prejuízos da forma mais ágil possível para o atendimento emergencial às pessoas afetadas pela chuva.

Chuvas em Santa Catarina atingem mais de 20 mil pessoas

"Os órgãos de Defesa Civil e as prefeituras poderão comprar, sem o processo burocrático de concorrência pública, remédios, alimentos, equipamentos e utensílios domésticos e contratar máquinas para tirar bloqueio nas estradas. É um procedimento que agiliza todo o processo de atendimento às pessoas”, explicou Colombo de acordo com informações publicadas no site do governo de Santa Catarina.

O ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho, disse que o governo federal vai prestar assistência financeira ao estado de Santa Catarina. Em visita ao estado, Bezerra Coelho explicou que aguarda um levantamento de informações para liberar recursos. “Certamente será preciso a recuperação de estradas vicinais, pontes e vias de acesso à zona rural em diversos municípios catarinenses".

O ministro está em Santa Catarina desde a manhã de hoje. Ele sobrevoou o Vale do Itajaí e foi ao Hospital Regional do município de Rio do Sul. Além do do governador Raimundo Colombo, várias autoridades o acompanharam: o secretário da Defesa Civil Nacional, Humberto Viana Filho; o secretário da Defesa Civil de Santa Catarina, além da ministra da Secretaria de Relações Institucionais, Ideli Salvatti.

Mais: Chuva afeta 27 mil pessoas no Paraná
São Paulo: Após tornado, Taquarituba decreta estado de calamidade pública

As chuvas em Santa Catarina afetam mais de 20 mil pessoas. Segundo a Defesa Civil, até a manhã desta segunda (23), as enchentes atingiam 70 municípios, sendo que os primeiros a decretaram situação de emergência foram: Araquari, Bom Retiro, São José do Cedro, Saltinho, Santa Terezinha do Progresso e Serra Alta. Mais de 4,6 mil casas foram danificadas pelas inundações, por destelhamentos, queda de granizo ou deslizamento de terra.

*Com informações da Agência Brasil

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.