Aneel diz que consumidores afetados pelo apagão no Nordeste serão indenizados

Por Agência Estado |

compartilhe

Tamanho do texto

Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico tem reunião extraordinária hoje para discutir as causas do apagão

Agência Estado

O diretor da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Romeu Donizete Rufino, disse, na quarta-feira (29), que as possíveis fragilidades no sistema elétrico que tenham causado o apagão na região Nordeste serão apuradas e os agentes responsáveis por falhas receberão sanções. Rufino esteve na Câmara dos Deputados, em Brasília, para reunião fechada com o presidente da Comissão de Minas e Energia, deputado Eduardo da Fonte (PP-PE). Segundo o parlamentar, durante a reunião, o diretor da Aneel garantiu que os consumidores que tiveram prejuízos decorrentes da falta de energia serão indenizados.

O blecaute: Apagão atinge todos os Estados do Nordeste
Causa: Governo diz que apagão foi provocado por queimada em fazenda no Piauí

Trânsito complicado em Salvador após semáforos se apagarem durante apagão que atingiu todos os Estados do Nordeste nesta quarta-feira. Foto: Romildo de Jesus/Futura PressEstabelecimentos são prejudicados na cidade de Salvador após blecaute que atingiu nove Estados do Nordeste. Foto: Romildo de Jesus/Futura PressMercado sem energia elétrica em Salvador tem as vendas prejudicadas nesta quarta-feira após apagão. Foto: Romildo de Jesus/Futura PressSemáforos apagados e atrapalham o trânsito na avenida Agamenon Magalhães, na cidade do Recife. Foto: Luiz Fabiano/Futura PressSemáforo apagado em cruzamento no Recife, nesta quarta-feira (28). Foto: Líbia Florentino\LeiaJáImagensSemáforos apagam e atrapalham o trânsito na cidade de Natal, nesta quarta-feira. Foto: Frankie Marcone/Futura PressApagão complicou o trânsito na capital do Rio Grande do Norte. Foto: Frankie Marcone/Futura Press

Perguntado sobre se o fato de o incidente ter sido causado por um incêndio poderia isentar a culpa das operadoras, Rufino não quis adiantar uma avaliação. "O incêndio pode ter várias origens. Isso será objeto de uma apuração mais detalhada", afirmou.

"Aconteceu uma falha. Agora, se a falha revela alguma fragilidade, alguma falha de operação, algum defeito de processo de restabelecimento da energia, isso será objeto dessa verificação que será feita", disse.

Causas

O Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE) tem reunião extraordinária nesta quinta-feira pela manhã, no Ministério de Minas e Energia, para discutir sobre as causas do apagão. O Comitê é presidido pelo ministro Edison Lobão. Também devem participar da reunião o diretor-geral do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), Hermes Chipp, e o presidente da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), Mauricio Tolmasquim.

O ONS atribuiu o apagão à queimada feita em uma fazenda no Estado do Piauí, que teria provocado danos na rede de transmissão e interrompendo a energia por cerca de duas horas e meia, em média, nos nove Estados da região. O apagão de ontem foi o primeiro de grandes proporções no País em 2013. Porém, entre setembro e dezembro de 2012, uma série de blecautes deixou Estados inteiros sem energia.

Leia tudo sobre: apagãoblecautesão pauloigsp

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas