Decreto do governo altera regras para estrangeiro no Mais Médicos

Por Agência Estado |

compartilhe

Tamanho do texto

Medida publicada nesta segunda-feira visa adequar regras do País para o programa de importação de médicos

Agência Estado

O governo federal alterou nesta segunda-feira (26) as regras para registro provisório de médico estrangeiro no Programa Mais Médicos. Entre as mudanças, uma delas prevê que a declaração de participação no programa, emitida pela coordenação do projeto, é condição necessária para o pedido tanto de expedição de registro profissional provisório quanto da carteira profissional.

Leia também:
Mais Médicos gera polêmica por ser ousado, diz ministro Padilha
Médicos cubanos chegam em meio a tumulto de manifestantes em Fortaleza
Cubanos chegam e dizem que dinheiro fica em 2º lugar
"Me sinto totalmente preparado", diz formado na Argentina

Alan Sampaio / iG Brasília
Médicos começaram a desembarcar no Brasil na última sexta-feira

O pedido de registro provisório deve ser feito ao Conselho Regional de Medicina da localidade onde o médico deverá atuar.

O texto ainda determina que a carteira profissional do médico estrangeiro deverá conter "mensagem expressa" vedando o exercício da medicina no País fora das atividades do Programa Mais Médicos. As alterações estão no Decreto 8.081, publicado hoje no Diário Oficial da União.

Leia tudo sobre: mais médicosmedicinamédicos cubanos

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas