Quinze cidades do Estado registram sensações negativas nesta manhã. Frio mais intenso foi em São Joaquim

Pouco mais de três semanas após a maior onda de frio registrada no Sul, com a ocorrência de neve em 107 municípios, o fenômeno reapareceu na manhã desta quarta-feira (14), na cidade de São Joaquim (SC), uma das mais frias do Brasil. A neve caiu por cerca de 20 minutos com os primeiros flocos sendo vistos às 6 h. Na madrugada, a sensação térmica chegou a -13°C e a temperatura mínima a 0,8°C. 

A cidade amanheceu com temperatura de 1,1°C. Por volta das 8h10, a temperatura caiu ainda mais, chegando a 0,5°C, com sensação térmica de -7,7°C. Entre 6h e 8h30, segundo a assessoria de imprensa da prefeitura, a neve chegou a acumular em alguns pontos, especialmente nas áreas rurais da cidade. Foi a terceira vez neste ano que houve registro de neve em São Joaquim.

Pelo menos outras 15 cidades registraram sensações térmicas negativas. Na Grande Florianópolis, a cidade de Rancho Queimado (com temperatura a 4,3°C) teve sensação térmica de -12°C. Já no meio oeste e Vale do Rio do Peixe, o município de Campos Novos registrou termômetros a 3,3°C e sensação de -9°C. 

Tendência e ventos

Como a previsão é de frio intenso no Estado, especialmente nas áreas mais altas da serra e nas regiões meio-oeste e oeste, não está descartada a possibilidade de novas precipitações de neve em várias cidades catarinenses.

Nesta quarta-feira a combinação do frio intenso e umidade favorece chuva congelada e neve nas áreas altas do oeste, meio oeste e especialmente no planalto sul, onde há chance de acúmulo. A sensação de frio será maior devido ao vento sul, moderado a forte, com rajadas de 60 a 80km/h.

Na quinta e sexta-feira, o ar polar favorece a formação de geada nas áreas altas do estado, com previsão de temperatura próxima de 0°C e negativa.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.