Governo anistia policiais e bombeiros que protestaram por melhores salários

Por Agência Estado |

compartilhe

Tamanho do texto

Texto concede anistia aos agentes que participaram dos movimentos entre janeiro de 1997 e agosto de 2013

Agência Estado

A presidente Dilma Rousseff sancionou lei que anistia policiais e bombeiros militares de 17 Estados e do Distrito Federal punidos por participar de reivindicações por melhores salários e condições de trabalho. A lei foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União (DOU) de segunda-feira (05), com circulação nesta terça-feira (06).

Leia também: Maior salário do Brasil, militares do DF fazem movimento por melhorias salariais

Raphael Gomide
Mulheres de militares em protesto mostrando policiais e bombeiros acorrentados no Rio de Janeiro

O texto concede anistia aos policiais e bombeiros militares que participaram dos movimentos entre 1º de janeiro de 1997 e 5 de agosto de 2013 - data de publicação dessa lei de anistia - nos Estados de Alagoas, do Piauí, de Goiás, do Maranhão, de Minas Gerais, da Paraíba, do Rio de Janeiro, de Rondônia e Sergipe.

A anistia também abrange os profissionais que participaram dos movimentos entre 13 de janeiro de 2010 e 5 de agosto de 2013 no Distrito Federal e nos Estados da Bahia, do Ceará, do Mato Grosso, de Pernambuco, do Rio Grande do Norte, de Roraima, Santa Catarina e do Tocantins.

Leia tudo sobre: anistiaprotesto de policiaismanifestação

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas