Prazo para homologação no Mais Médicos termina neste sábado

Por Agência Estado | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Lista dos profissionais e municípios da primeira seleção será divulgada segunda no site do Ministério da Saúde

Agência Estado

O prazo para homologação de médicos com registros válidos no Brasil, e que desejam participar do Programa Mais Médicos, termina neste sábado, às 16 horas. A lista dos profissionais e municípios da primeira seleção será divulgada na segunda-feira no site do Ministério da Saúde. A segunda chamada começa em 15 de agosto.

Mais Médicos: 45% dos inscritos têm registros inválidos em CRMs

ALAN SAMPAIO/iG BRASILIA
Presidente Dilma Roussef assina medida provisória que cria Programa Mais Médicos (8/7)

Comissão: Especialistas defendem cumprimento de regras ter bons médicos

No primeiro mês de seleção, 1.753 médicos de todo o Brasil foram direcionados a 626 municípios, segundo informações do Ministério da Saúde. Destes, 375 estão localizados em regiões onde 20% ou mais da população estão em situação de extrema pobreza; 159, em regiões metropolitanas; 68, em um grupo de 100 cidades com mais de 80 mil habitantes de maior vulnerabilidade social; e 24, nas capitais. Foram atendidos ainda 23 distritos sanitários indígenas.

Os Estados que receberão mais médicos serão, conforme o Ministério da Saúde, Bahia (161), Minas Gerais (159), São Paulo (141), Ceará (138), Goiás (117), Rio Grande do Sul (107) e Amazonas (73).

Leia mais: Mesmo após recuo do governo, médicos protestam em SP

Os brasileiros têm prioridade no preenchimentos dos postos apontados, conforme foi definido desde o lançamento do Mais Médicos. Os remanescentes serão oferecidos primeiramente aos brasileiros graduados no exterior e em seguida aos profissionais estrangeiros.

A partir da próxima terça-feira até 8 de agosto, os médicos que se formaram no exterior e finalizaram o cadastro no programa poderão selecionar os municípios com vagas não ocupadas por brasileiros. No dia 9, será divulgada a lista dos municípios que receberão médicos estrangeiros.

Leia também:
Governo suspeita que candidatos se inscreveram para 'sabotar'
Após 'sabotagem', governo acrescenta nova regra no Mais Médicos
AMB entra com liminar na Justiça para anular programa Mais Médicos

Os profissionais do Mais Médicos, tanto brasileiros quanto estrangeiros, devem começar a atuar nos municípios no mês que vem. Os médicos formados no exterior serão avaliados e supervisionados por universidades federais, de todas as regiões do país, que se inscreveram na primeira etapa do programa.

O programa Mais Médicos, lançado pela presidente da República, Dilma Rousseff, no dia 8 de julho, integra um pacto de melhoria do atendimento aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) na tentativa de acelerar os investimentos em infraestrutura nos hospitais e unidades de saúde e ampliar o número de médicos nas regiões carentes do país. Os médicos participantes receberão bolsa federal de R$ 10 mil, paga pelo Ministério da Saúde, mais ajuda de custo, e farão especialização em Atenção Básica durante os três anos do programa.

Leia tudo sobre: mais médicosmédicosambmédicos estrangeiros

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas