Imprensa internacional destaca tumulto e protestos durante visita do papa

Por Agência Brasil | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Multidão de fiéis causou tensão, disse jornal espanhol e TV norte-americana. Publicação francesa exalta o "bom papa"

Agência Brasil

A chegada do papa Francisco ao Brasil para a Jornada Mundial da Juventude teve repercussão, nesta terça-feira, em veículos da imprensa internacional, que destacaram a confusão ocorrida na retenção do comboio que levava o pontífice da Base Aérea do Galeão. Além disso, citaram os protestos violentos realizados na noite de ontem (22). 

Saiba tudo sobre a Jornada Mundial da Juventude
Protestos: PMs e manifestantes usam câmeras para flagrar possíveis abusos
Francisco reza missa para cardeais e toma sorvete em 2º dia no Rio de Janeiro 

Reprodução
Reprodução do site do jornal espanhol El País que citou os protestos violentos no Rio


O site do jornal espanhol El País destacou na capa que a chegada do papa foi marcada por confusão e problemas de segurança. De acordo com o jornal, o papa “não apenas recusou o papamóvel blindado, como também escolheu um dos menores carros do mercado (um Fiat Idea) e uma escolta reduzida ao mínimo para fazer o trajeto até o Palácio do Governo”.

Artefato é encontrado no santuário de Aparecida, em SP

Os jornalistas Pablo Ordaz e Juan Arias informaram que o motorista do papa errou o caminho e provocou momentos alarmantes por causa de uma multidão que cercou o veículo. “Os agentes da polícia do Vaticano – a pé, junto ao carro do papa – tiveram muitos problemas para manter a ordem”.

Reprodução
Versão online do canal CNN que noticiou a vinda da papa Francisco ao Brasil

No site do jornal New York Times, a reportagem informa que, em sua primeira viagem internacional, o papa não comentou os protestos que vêm acontecendo no Brasil e enfatizou a importância da evangelização dos jovens. O jornal destacou o fato de o carro que transportou o pontífice estar com a janela aberta. “As pessoas se reuniram em volta do veículo, estendendo os braços na direção do papa”, escreveu o correspondente Simon Romero.

A emissora norte-americana e site de notícias CNN também enfatizou a preocupação com a segurança do papa em decorrência da bomba caseira encontrada no domingo (21) no Santuário Nacional de Aparecida, onde o pontífice celebrará missa, na quarta-feira (24).

A enviada especial do jornal francês Le Monde, Stéphanie Le Bars, destacou a imagem de “bom papa” de Francisco, sorridente e acessível aos fiéis. O texto também informou que o pontífice não presenciou os protestos que ocorreram em frente ao Palácio Guanabara, onde foi recepcionado por autoridades brasileiras.

Leia tudo sobre: jmjjornada mundial da juventudepapa franciscopapajmj 2013

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas