Anvisa proíbe venda de chá e emagrecedores

Por Agência Brasil |

compartilhe

Tamanho do texto

Entre os vetados está o chá Funchinane, com substâncias que não são permitidas para este tipo de produto

Agência Brasil

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proibiu a distribuição e venda do chá misto solúvel Funchinane, por conter substâncias não permitidas para chás. A decisão foi divulgada hoje (12) no Diário Oficial da União.

Leia também:
Anvisa determina apreensão de emagrecedores naturais
Estudante morre após tomar agrotóxico vendido como emagrecedor

Reprodução
Produto tem substâncias proibidas para chás

Produzido pela empresa Naturelife, o chá contém maltodextrina (carboidrato que aumenta energia muscular), sucralose (adoçante) e dióxido de silício – todas substâncias proibidas para chás.

A comercialização dos emagrecedores Bio Waist Spirulina em cápsula e Bio Waist – Quitosana e Spirulina em cápsulas da empresa La Mata Laboratório Botânico também está proibida em todo o país. Os produtos não têm registro, segundo a agência reguladora.

As medidas valem em todo o território nacional. A Agência Brasil tentou entrar em contato com as empresas por telefone. O número informado no site da empresa Naturelife não existe e a empresa La Mata não atendeu às ligações.

Leia tudo sobre: cháemagrecedoresemagrecedorsaúdeAnvisaproibido

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas