Manifestantes voltam a interditar rodovia no interior de Goiás

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Cerca de 400 moradores da comunidade Marajó voltaram a interditar um trecho da rodovia em Cristalina, que liga Brasília à cidade mineira de Unaí

Um dia depois de duas mulheres terem sido atropeladas durante protesto na BR-251, cerca de 400 moradores da comunidade Marajó – segundo estimativa da Polícia Rodoviária Federal (PRF), voltaram a interditar um trecho da rodovia em que liga Brasília à cidade mineira de Unaí. Eles reivindicam melhores condições de saúde, educação, segurança e transportes e pedem a emancipação do distrito de Campos Lindos.

As mortes: Duas mulheres morrem atropeladas durante protesto em rodovia de Goiás

De acordo com o inspetor da PRF, Tércio Baggio, que está no local e negocia a liberação da estrada, o bloqueio ocorre nos dois sentidos, na altura do quilômetro (km) 30, em Cristalina (GO), no Entorno do Distrito Federal. Ele garantiu que não há risco de novos acidentes por causa do protesto. Para fechar o trânsito, manifestantes incendiaram pneus.

"A via está totalmente interditada desde as 8h e a previsão é que até o início da tarde o protesto seja encerrado e as vias abertas. Sinalizamos bastante o local e não há risco de acidentes. O [acidente] de ontem ocorreu logo no início do protesto, enquanto os moradores montavam o bloqueio e antes da chegada da Polícia Rodoviária Federal", destacou.

Baggio lembrou que o motorista fugiu sem prestar socorro às vítimas, mas que já entrou em contato com a polícia para prestar esclarecimentos. As autoridades aguardam o laudo da perícia, que deve ficar pronto nos próximos dias, para determinar as responsabilidades sobre o acidente.

Em Minas: Manifestantes voltam a interditar trechos de rodovias em Minas Gerais
Em São Paulo: Moradores de bairros da zona leste e sul realizam manifestações em São Paulo

Os moradores da região, cuja população é estimada em 12 mil habitantes, defendem um plebiscito para decidir sobre a emancipação do distrito de Campos Lindos, que fica a aproximadamente 100 quilômetros do centro de Cristalina. Eles acreditam que somente dessa forma será possível conquistar melhorias nos serviços públicos.

No início do mês, a Câmara dos Deputados aprovou projeto de lei complementar permitindo a criação de municípios. O texto ainda deve ser apreciado no Senado. Desde 1996, uma emenda constitucional proíbe a criação de municípios por leis estaduais e definiu que isso só pode ser feito por meio de autorização em lei complementar federal.

Leia tudo sobre: protestomanifestaçãogoiáscristalina

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas