Primeiro fim de semana de inverno terá frio e geada no Sul do Brasil

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

O interior do país segue com tempo mais seco e baixa umidade, segundo previsão

Neste primeiro fim de semana do inverno, as chuvas se concentram nos extremos do Brasil. No Rio Grande do Sul e nas serras gaúchas e catarinenses, o ar polar derruba a temperatura durante a madrugada e favorece a formação de geada.

Veja a previsão do tempo para a sua cidade

Em boa parte de Minas Gerais e do Centro-Oeste, o ar seco inibe a chuva e a umidade relativa do ar pode ficar baixa. No litoral baiano, o sol aparece forte e o tempo volta a ficar seco. No Norte, o tempo quente, úmido e abafado provoca pancadas de chuva por vezes fortes em pontos isolados.

Confira abaixo a previsão do tempo completa para sua região, segundo o Climatempo:

Sudeste

O inverno começa com tempo instável em parte do Sudeste do Brasil. Nesta sexta-feira (21), áreas de instabilidade de uma frente fria espalham muitas nuvens de chuva sobre várias áreas do estado paulista. No sudoeste de São Paulo, o céu fica nublado com pancadas ao longo do dia, que podem começar ainda pela manhã. Pelo interior, na capital e no litoral paulista, a nebulosidade predomina intercalando aberturas de sol e a chuva acontece a qualquer hora. Nas demais áreas da região, inclusive no norte do estado de São Paulo, o ar seco predomina e inibe a formação de nuvens de chuva. O sol aparece e, à tarde, esquenta.

No sábado (22), o tempo segue instável em São Paulo e, devido ao avanço desta frente fria, a umidade aumenta no norte paulista, no Rio de Janeiro e no sul de Minas Gerais. Nestas localidades, o sol aparece, mas a chuva acontece a partir da tarde em pontos isolados. Nas demais áreas paulistas, a nebulosidade é maior e as pancadas estão previstas a qualquer hora. No Espírito Santo e nos demais municípios mineiros, o ar seco persiste e não chove.

No domingo (23), a instabilidade aumenta no Sudeste do Brasil. No sul e oeste de São Paulo e no centro-leste capixaba, inclusive em Vitória, por causa da presença da frente fria, a nebulosidade predomina intercalando aberturas de sol e a chuva acontece a qualquer hora. Na capital e no litoral paulista, no Rio de Janeiro e no sul de Minas Gerais, a disponibilidade de umidade e o aquecimento vespertino favorecem o aumento de nuvens e as pancadas ocorrem em pontos isolados. Nas demais áreas, não há previsão de chuva, porém, em Belo Horizonte, nas áreas próximas a capital mineira e no norte paulista, o sol aparece entre nuvens.

Sul

Nesta sexta-feira (21), primeiro dia do inverno, áreas de instabilidade formadas no Paraguai espalham nuvens carregadas sobre grande parte do Sul do Brasil. No leste da região, inclusive nas três capitais, a nebulosidade predomina intercalando aberturas de sol e chuva acontece a qualquer hora. Em Uruguaiana e em São Luiz Gonzaga, o sol aparece entre nuvens e não chove. Nas demais áreas, o céu segue nublado e com chuva ao longo do dia, que pode ser forte em alguns momentos. Ao anoitecer, a temperatura despenca e a próxima madrugada será gelada, na região.

No sábado (22), por causa do forte resfriamento durante a madrugada, há previsão de geada nas serras gaúcha e catarinense. O dia começa com névoa em diversas cidades dos três estados. Em Rio Grande, no extremo sul gaúcho, chove de forma isolada pela manhã, mas à tarde não chove. Nas demais áreas gaúchas, em Santa Catarina e no centro-sul do Paraná, o ar seco de origem polar predomina e não chove. À tarde em muitas cidades do Sul, a temperatura máxima não passa dos 20°C. À noite, a temperatura volta a cair e os termômetros podem ficar abaixo dos 5°C.

No domingo (23), toda a faixa leste do Rio Grande do Sul amanhece com névoa, mas logo o sol aparece. A geada será generalizada na maior parte do estado gaúcho. As condições são favoráveis nas cidades de: Passo Fundo, Santa Maria, Bagé, São Luiz Gonzaga e Uruguaiana. No estado catarinense, áreas de instabilidade formadas no Paraguai favorecem o crescimento de nuvens e as pancadas de chuva acontecem a partir da tarde. No Paraná, onde a nebulosidade é maior, a chuva está prevista a qualquer hora.

Centro-Oeste

Nesta sexta-feira (21), início oficial do inverno, áreas de instabilidade espalham nuvens carregadas sobre parte da região. No centro-sul do Mato Grosso do Sul, regiões próximas a Ponta Porã, o céu fica nublado com chuva ao longo do dia, que pode ser forte em alguns momentos. A temperatura entra em declínio. Em Campo Grande, a nebulosidade intercala algumas aberturas de sol e as pancadas ocorrem a qualquer hora. Em Corumbá e no pantanal mato-grossense, o sol aparece entre nuvens e não chove. Nas demais áreas, o ar seco predomina e inibe a formação de nuvens de chuva. De acordo com os meteorologistas da Climatempo, em algumas áreas, a umidade relativa do ar pode ficar entre 30% e 40%, que caracteriza nível de observação.

No sábado (22), as nuvens carregadas se afastam da região. Mas, no centro-sul do Mato Grosso do Sul, por causa da disponibilidade de umidade e o aquecimento durante à tarde, as nuvens se formam com facilidade e ocorrem pancadas de chuva, inclusive pelo interior de Goiás e no Distrito Federal, mas com baixa possibilidade. Nas demais áreas, o ar seco predomina e não chove.

No domingo (23), áreas de instabilidade voltam a se formar no Paraguai e influenciam o tempo no Mato Grosso do Sul e no pantanal mato-grossense. Em Corumbá e em Ponta Porã, as pancadas de chuva ocorrem a qualquer hora, mas ainda sol aparece breve em alguns momentos. Em Campo Grande, o sol aparece mais forte e, por causa da influência deste sistema, a chuva acontece a partir da tarde. Nas demais áreas, o ar seco inibe a formação de nuvens de chuva, o sol predomina e faz calor.

Norte

Nesta sexta-feira (21), início do inverno, o sol aparece em todo o Norte do Brasil. No oeste do Acre, no norte do Pará e no centro-leste do Amapá, inclusive a capital, Macapá, a nebulosidade predomina intercalando aberturas de sol e as pancadas ocorrem a qualquer hora. Há risco de temporal em pontos isolados. No Tocantins, o ar seco predomina, faz calor e não chove. Nas demais áreas, o tempo quente, úmido e abafado ajuda a formar nuvens e a chuva acontece de forma isolada.

Na sábado (22), as áreas de instabilidade se espalham e provocam chuva a qualquer hora, mas o sol aparece em alguns momentos no noroeste do Amazonas, em Roraima e no interior do Pará. No Tocantins, o tempo segue quente e seco. Nas demais áreas, o sol aparece, mas por causa do calor e da alta umidade, as nuvens se formam e a chuva acontece a partir da tarde.

No domingo (23), o sol aparece mais forte em toda a região. No Tocantins e em Vilhena, o ar seco inibe a formação de nuvens de chuva e faz bastante calor. Nas demais localidades, o tempo quente, úmido e abafado, favorece a formação de nuvens de chuva e as pancadas ocorrem com até forte intensidade em pontos isolados.

Nordeste

Nesta sexta-feira (21), o inverno começa com sol em grande parte do Nordeste do Brasil. Em Salvador, Ilhéus, Vitória da Conquista e no litoral entre Maceió e Natal, áreas de instabilidade vindas do oceano provocam chuva a qualquer hora, que pode ser forte em alguns momentos. No nordeste baiano, em Aracaju e entre Mossoró e o centro-norte do Maranhão e nas áreas de agreste e sertão, a alta umidade e o aquecimento favorecem a formação de nuvens e a chuva acontece de forma isolada. Nas demais áreas, o ar seco persiste, faz calor e não chove.

No sábado (22), a instabilidade aumenta e as chuvas acontecem a qualquer hora sobre o litoral nordestino entre Maceió e Fortaleza. Em grande parte da Bahia, oeste de Pernambuco, Paraíba e o sul de Fortaleza, do Piauí e do Maranhão, o ar seco inibe a formação de nuvens de chuva, o sol predomina e faz calor. Nas demais localidades nordestinas, a chuva acontece de forma isolada.

No domingo (23), a instabilidade se concentra na faixa litorânea entre João Pessoa e Fortaleza. Nestas localidades, a chuva acontece ao longo do dia. Em Campina Grande, Mossoró, Quixeramobim, Teresina e São Luís, por causa do aquecimento e da alta umidade, as nuvens se formam com facilidade e, a partir da tarde, estão previstas pancadas de chuva, mas de forma isolada. Nas demais áreas, o ar seco predomina, faz calor e não chove.

Leia tudo sobre: previsão do tempo

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas