Patriota e servidores dão 'abraço' no Itamaraty após atos de vandalismo

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Em protesto realizado na quinta-feira, manifestantes colocaram fogo no prédio e depredaram 60 vidraças

O ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota, e servidores participaram nesta sexta-feira (21) de um abraço simbólico no Palácio Itamaraty, depredado por vândalos durante protestos realizados em Brasília na noite de ontem. Comunicado do ministério informa que o evento foi "mobilizado espontaneamente pelos servidores".

Leia mais: Polícia Federal faz perícia no Itamaraty após protestos violentos em Brasília

Quinta-feira: Manifestantes colocam fogo no Palácio do Itamaraty e tentam invadir o prédio

Agência Brasil
Convocadas por Patriota, centenas de pessoas dão abraço simbólico no prédio do Itamaraty

O Itamaraty informou ainda que a Polícia Federal iniciou perícia nas instalações do Palácio na manhã desta sexta. O prédio foi inaugurado em 1970 e é uma das obras mais conhecidas de Oscar Niemeyer. "O Ministério das Relações Exteriores continua a saudar as reivindicações legítimas dos manifestantes e conclama todos a exercerem seu direito constitucional de forma pacífica e sem violência", diz a nota.

O saldo das depredações no Palácio Itamaraty é 60 vidraças quebradas, vidros pichados, acúmulo de lixo e fios de eletricidade danificados. O acervo de obras do palácio não foi atingido.

Uma das janelas da sala do porta-voz o embaixador Tovar da Silva Nunes foi pichada com a seguinte inscrição: “Viva a Revolução”. Em apoio às manifestações pacíficas, o embaixador decidiu manter a pichação. “São legítimas e democráticas as manifestações. Mas o Itamaraty repudia os protestos que se transformam em arruaças e badernas”, disse Tovar.

Veja o momento em que os manifestantes colocam fogo no Itamaraty

Com Agência Estado e Agência Brasil

Leia tudo sobre: brasíliaitamaratymanifestações

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas