Mesmo com tarifas reduzidas, protestos se espalham por todo o País nesta quinta

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Manifestações contra o preço das passagens e por melhor qualidade do transporte público acontecem em grandes e pequenas cidades nesta quinta-feira por todo o Brasil

Mesmo após as duas capitais mais populosas do País revogarem os aumentos nas passagens do transporte público nesta quarta-feira (19), a quinta-feira (20) de protestos por todo o País está mantida. As manifestações estão marcadas para as principais capitais - pelo menos 10 já reduziram suas tarifas - e também ocorrerão em diversas cidades menores em quase todos os Estados. 

Leia também: Haddad e Alckmin anunciam redução no preço da passagem em São Paulo

Em São Paulo, onde a passagem voltará a custar R$ 3,00 a partir de segunda-feira, haverá um ato de comemoração pela conquista alcançada pelo movimento que levou mais de 50 mil pessoas às ruas por duas vezes nesta semana. A concentração será na praça do Ciclista, na região da avenida Paulista, às 17h.

Leia também: Haddad e Alckmin anunciam redução no preço da passagem em São Paulo

Policiais em frente a Prefeitura de São Paulo durante protesto contra o aumento das passagens em São Paulo . Foto: Futura PressFotos internas da Prefeitura de São Paulo, após tentativa de invasão. Foto: Paulo Pinto/SecomFotos internas da Prefeitura de São Paulo, após tentativa de invasão. Foto: Paulo Pinto/SecomFotos internas da Prefeitura de São Paulo, após tentativa de invasão. Foto: Paulo Pinto/SecomManifestantes em frente ao carro incendiado da Rede Record. Foto: Futura PressManifestantes saqueiam e depredam agência do Banco Itaú. Foto: Futura PressManifestantes saqueiam e depredam agência do Banco Itaú. Foto: Futura PressManifestantes saqueiam e depredam agência do Banco Itaú. Foto: APBombeiros apagam incêndio provocado por ataque a um dos carros da Rede Record. Foto: APCarro da Rede Record é incendiado por alguns dos manifestantes. Foto: APPoliciais tentam se proteger e se abrigam na Prefeitura de São Paulo. Foto: Futura PressManifestante depreda cabine da Polícia Militar. Foto: Futura PressManifestantes tentam invadir a Prefeitura de São Paulo. Foto: APManifestantes queimam as bandeiras da cidade e do Estado de São Paulo. Foto: APEnquanto alguns manifestantes pedem paz, outros tentam invadir a Prefeitura de São Paulo. Foto: Renan Tuffi/iG São PauloManifestantes seguem para a Av. Paulista. Foto: Futura PressManifestantes, que são contra as ações violentas de alguns grupos, tentam estender bandeira branca para mostra que o protesto é pacífico . Foto: Futura PressManifestantes tentam invadir a Prefeitura de São Paulo. Foto: Futura PressManifestantes colocam fogo em carro gerador de imagens da Rede Record e atacam posto policial. Foto: Renan Tuffi/iG São PauloManifestantes tentam invadir a Prefeitura de São Paulo. Foto: Futura PressManifestantes tentam invadir a Prefeitura de São Paulo. Foto: Futura PressManifestantes tentam invadir a Prefeitura de São Paulo. Foto: Futura PressPolícia tenta se proteger na entrada da Prefeitura de São Paulo. Foto: Futura PressManifestantes permanecem na região da Prefeitura de São Paulo. Foto: Renan Tuffi/iG São PauloHomem passa mal e é atendido na calçada. Foto: Renan Tuffi/iG São PauloManifestantes em frente à Prefeitura de São Paulo. Foto: Futura PressManifestantes em frente à Prefeitura de São Paulo. Foto: Futura PressManifestantes em frente à Prefeitura de São Paulo. Foto: Futura PressAlguns manifestantes tentam invadir a Prefeitura de São Paulo. Foto: Futura PressAlguns manifestantes tentam invadir a Prefeitura de São Paulo. Foto: Futura PressAlguns manifestantes tentam invadir a Prefeitura de São Paulo. Foto: Futura PressManifestantes se reúnem na Praça da Sé, em São Paulo, para o sexto dia de protestos contra o aumento da tarifa do transporte público. Foto: Futura PressManifestantes se reúnem na Praça da Sé, em São Paulo, para o sexto dia de protestos contra o aumento da tarifa do transporte público. Foto: Futura PressManifestantes se reúnem na Praça da Sé, em São Paulo, para o sexto dia de protestos contra o aumento da tarifa do transporte público. Foto: Futura PressManifestantes se reúnem na Praça da Sé, em São Paulo, para o sexto dia de protestos contra o aumento da tarifa do transporte público. Foto: Futura PressManifestantes se reúnem na Praça da Sé, em São Paulo, para o sexto dia de protestos contra o aumento da tarifa do transporte público. Foto: Futura PressEstação de Metrô Sé é tomada pelos manifestantes. Foto: Futura PressManifestantes se reúnem na Praça da Sé, em São Paulo, para o sexto dia de protestos contra o aumento da tarifa do transporte público. Foto: Futura PressManifestantes se reúnem na Praça da Sé, em São Paulo, para o sexto dia de protestos contra o aumento da tarifa do transporte público. Foto: Renan TruffiManifestantes se reúnem na Praça da Sé, em São Paulo, para o sexto dia de protestos contra o aumento da tarifa do transporte público. Foto: Renan Tuffi/iG São PauloManifestantes se reúnem na Praça da Sé, em São Paulo, para o sexto dia de protestos contra o aumento da tarifa do transporte público. Foto: Renan TruffiManifestantes se reúnem na Praça da Sé, em São Paulo, para o sexto dia de protestos contra o aumento da tarifa do transporte público. Foto: Futura PressManifestantes se reúnem na Praça da Sé, em São Paulo, para o sexto dia de protestos contra o aumento da tarifa do transporte público. Foto: Futura PressManifestantes se reúnem na Praça da Sé, em São Paulo, para o sexto dia de protestos contra o aumento da tarifa do transporte público. Foto: Futura PressManifestantes se reúnem na Praça da Sé, em São Paulo, para o sexto dia de protestos contra o aumento da tarifa do transporte público. Foto: Futura PressManifestantes se reúnem na Praça da Sé, em São Paulo, para o sexto dia de protestos contra o aumento da tarifa do transporte público. Foto: Futura PressManifestantes se reúnem na Praça da Sé, em São Paulo, para o sexto dia de protestos contra o aumento da tarifa do transporte público. Foto: Futura Press

No Rio, embora a prefeitura e o governo também tenham anunciado a redução das tarifas, ativistas promoverão um novo protesto. A concentração será às 17h em frente à igreja da Candelária e os manifestantes devem seguir pela avenida Presidente Vargas em direção à sede administrativa da prefeitura, situada na própria via. Ali, os manifestantes pretendem fazer vigília durante a madrugada.

Outras capitais brasileiras também terão seus atos durante o dia. Em Salvador, a manifestação será às 14h e pretende ir do Campo Grande à Arena Fonte Nova. Em Porto Alegre, o bloco de luta pelo transporte público se reúne às 18h, em frente à prefeitura, no centro.

Também está confirmado um protesto em Florianópolis em defesa de um transporte público de qualidade. A saída será no Ticen, no centro, às 18h. Em Maceió, na capital alagoana, a concentração da manifestação ocorre na praça Centenário, às 16h.

Na Paraíba, o ato "João Pessoa avante: pela redução de tarifas e transporte público de qualidade", será às 16h, com saída no Lyceu Paraibano. O protesto na capital pernambucana pelo transporte público de qualidade e redução das passagens também será as 16h, na rua Derbi, no Recife. O protesto também acontece em Palmas, capital do Tocantins, contra o monopólio do transporte público.

Interior de São Paulo

Cidades do interior de São Paulo, como Campinas, Piracicaba, Sorocaba e Americana, terão manifestações contra os preços das tarifas de ônibus. Em Campinas, a passeata, que está marcada para sair às 17h do Largo do Rosário, deve contar ainda com a participação de movimentos contra a proposta de "cura gay" aprovada na Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados.

Leia tudo sobre: protestomanifestaçãoigspaumento da passagem

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas