Propriedade foi invadida por índios da etnia terena e confronto causou a morte de um índio na semana passada. Sede da fazenda foi inteiramente queimada

Agência Estado

A Justiça Federal em Mato Grosso do Sul suspendeu a ordem de reintegração de posse na fazenda Buriti, localizada no município de Sidrolândia. Esta propriedade foi invadida por índios da etnia terena e sua sede foi inteiramente queimada.

Leia também: Ministro pede serenidade a fazendeiros e índios envolvidos em disputa por terras

Tentativa de reintegração de posse na fazenda Buriti, em Sidrolândia, em Mato Grosso do Sul
Futura Press
Tentativa de reintegração de posse na fazenda Buriti, em Sidrolândia, em Mato Grosso do Sul

A suspensão da reintegração de posse foi concedida pelo juiz substituto da 1ª Vara Federal, Jânio Roberto dos Santos, atendendo a um agravo de instrumento protocolado pela Advocacia Geral da União (AGU), no Tribunal Regional Federal 3ª Região (TRF3), no dia 28 de maio, para suspender a reintegração de posse, contestação que tinha sido feita por causa da ordem de reintegração do dia 15 de maio.

Leia também:
Índios resistem a sair de fazendas em Mato Grosso do Sul
Índio morre em confronto com policiais na fazenda Buriti

Nesta terça-feira, um índio terena ter sido baleado na região de Sidrolândia , onde fica a Fazenda Buriti. Na última quinta-feira (30), um índio da mesma etnia foi morto durante a retirada dos terenas que ocupavam a propriedade .

Casa da fazenda queimada durante confronto na última semana
Futura Press
Casa da fazenda queimada durante confronto na última semana



    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.