Justiça suspende reintegração de posse da fazenda Buriti, em Mato Grosso do Sul

Por Agência Estado |

compartilhe

Tamanho do texto

Propriedade foi invadida por índios da etnia terena e confronto causou a morte de um índio na semana passada. Sede da fazenda foi inteiramente queimada

Agência Estado

A Justiça Federal em Mato Grosso do Sul suspendeu a ordem de reintegração de posse na fazenda Buriti, localizada no município de Sidrolândia. Esta propriedade foi invadida por índios da etnia terena e sua sede foi inteiramente queimada.

Leia também: Ministro pede serenidade a fazendeiros e índios envolvidos em disputa por terras

Futura Press
Tentativa de reintegração de posse na fazenda Buriti, em Sidrolândia, em Mato Grosso do Sul

A suspensão da reintegração de posse foi concedida pelo juiz substituto da 1ª Vara Federal, Jânio Roberto dos Santos, atendendo a um agravo de instrumento protocolado pela Advocacia Geral da União (AGU), no Tribunal Regional Federal 3ª Região (TRF3), no dia 28 de maio, para suspender a reintegração de posse, contestação que tinha sido feita por causa da ordem de reintegração do dia 15 de maio.

Leia também:
Índios resistem a sair de fazendas em Mato Grosso do Sul
Índio morre em confronto com policiais na fazenda Buriti

Nesta terça-feira, um índio terena ter sido baleado na região de Sidrolândia, onde fica a Fazenda Buriti. Na última quinta-feira (30), um índio da mesma etnia foi morto durante a retirada dos terenas que ocupavam a propriedade.

Futura Press
Casa da fazenda queimada durante confronto na última semana



Leia tudo sobre: índiossidrolândiamato grosso do sul

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas