Sete pessoas são presas suspeitas de roubar e fraudar leite em Goiás

Por Agência Estado |

compartilhe

Tamanho do texto

Polícia estima cerca de 10 mil litros da bebida eram desviados e fraudados pelo grupo em municípios do sul do Estado

Agência Estado

Sete pessoas foram presas em Morrinhos, no sul de Goiás, acusadas de roubar e adulterar leite em várias cidades da região na madrugada deste domingo (19). Segundo a polícia, a atuação da quadrilha é antiga e a estimativa é de que a cada semana cerca de 10 mil litros da bebida eram desviados e fraudados nos municípios do sul do Estado.

Leia também: MP denuncia mais um grupo suspeito de adulteração de leite

O leite roubado pelos criminosos era adulterado com água, sal e açúcar em uma fazenda localizada na entrada de Buriti Alegre, que fica a 192 km da capital Goiânia. Ainda de acordo com a polícia, a bebida era armazenada em péssimas condições de higiene e até baratas foram encontradas em meio aos litros de leite.

As investigações sobre a fraude da bebida em Goiás teve início no final do ano passado. Segundo informações da polícia, o produto era vendido para laticínios clandestinos do próprio Estado.

Leia tudo sobre: goiásmorrinholeite adulterado

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas