Fim de semana começa com clima de outono no centro-sul do Brasil

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Na maior parte do Sul, Sudeste e Centro-Oeste, a massa de ar seco favorece os baixos níveis de umidade relativa do ar. No Norte e em parte do Nordeste há risco de temporal

Neste fim de semana, o clima de outono predomina no Centro-Sul do Brasil, segundo a Climatempo. Na maior parte do Sul, Sudeste e Centro-Oeste, a massa de ar seco favorece os baixos níveis de umidade relativa do ar durante à tarde, principalmente no interior dos estados. Durante a noite e ao amanhecer faz um pouco de frio.

Veja a previsão do tempo para a sua cidade

Na faixa litorânea entre Santa Catarina e o Espírito Santo, uma mudança na direção dos ventos provoca aumento da nebulosidade. No Norte e em parte do Nordeste, nuvens de chuva se formam com facilidade por causa do tempo quente e úmido, o que aumenta o risco de temporal em algumas áreas destas regiões.

Leia abaixo todos os detalhes da previsão do tempo para a sua região:

Sudeste

Nesta sexta-feira (19), por causa do resfriamento da madrugada, o dia amanhece com nevoeiro em algumas localidades do interior paulista e do sul de Minas Gerais, mas que logo se dissipa e o sol predomina em todo o Sudeste do Brasil. No decorrer da tarde, por causa do deslocamento de um ciclone extratropical em direção a alto mar, os ventos úmidos que sopram do oceano espalham nuvens, na faixa leste de São Paulo, no Rio de Janeiro e na Zona da Mata mineira. A nebulosidade não esconde totalmente o sol e tampouco provoca chuva nestas localidades. Por causa do tempo seco, os índices de umidade relativa do ar podem ficar abaixo dos 30%, principalmente em municípios do interior dos estados, o que representa nível de atenção, segundo a Organização Mundial da Saúde.

No sábado (20), o dia amanhece frio em algumas áreas da região e o tempo não muda no leste de São Paulo, no Rio de Janeiro e na Zona da Mata mineira. Em todo o Sudeste, o sol predomina, mas nestas localidades, sempre entre nuvens e não há previsão de chuva. A temperatura sobe um pouco mais, na região. A Climatempo mantém o informe para baixos índices de umidade relativa do ar, principalmente em áreas do interior dos estados.

No domingo (21), os ventos úmidos se intensificam e trazem mais umidade para a costa do Sudeste. No litoral de São Paulo, do Rio de Janeiro e do Espírito Santo, o dia amanhece nublado e com possibilidade de chuva fraca em alguns momentos. No decorrer do dia, o sol aparece, mas sempre entre nuvens e não chove, inclusive na capital paulista, na Zona da Mata mineira, Rio de Janeiro e no Espírito Santo. Nas demais áreas, o sol predomina e a temperatura entra em elevação. Ao anoitecer, a sensação ainda será de um pouco de frio em algumas cidades da região.

Sul

Nesta sexta-feira (19), uma massa de ar seco de origem polar predomina e inibe a formação de nuvens de chuva no Sul do Brasil. O dia amanhece frio e com nevoeiro em algumas localidades, mas que logo se dissipa e dá lugar ao sol. Ao longo da tarde, a temperatura sobe gradualmente. Por causa da presença do ar seco, os índices de umidade relativa do ar podem ficar abaixo dos 30%, principalmente em municípios do interior dos estados, o que representa nível de atenção, segundo a Organização Mundial da Saúde.

No sábado (20), o amanhecer ainda será frio, mas à tarde o sol predomina e a temperatura sobe, no Sul do país. De acordo com os meteorologistas da Climatempo, nos três estados da região, não há previsão de chuva. Ao anoitecer, a sensação de frio aumenta. Apesar do resfriamento da madrugada, não há expectativa para formação de nevoeiro na região.

No domingo (21), com o afastamento de um ciclone extratropical no oceano, os ventos mudam de direção e espalham nuvens sobre Florianópolis, Vale do Itajaí e a capital e o litoral paranaense, mas são nuvens altas que não escondem o sol. Nas demais áreas, o sol predomina e a temperatura sobe, no decorrer da tarde. Em algumas localidades do interior, os índices de umidade relativa do ar podem ficar abaixo dos 30%.

Centro-Oeste

Nesta sexta-feira (19), o sol brilha forte em todo o Centro-Oeste do país. No Mato Grosso do Sul, no centro-sul de Goiás e do Mato Grosso, a massa de ar seco inibe a formação de nuvens e não chove. Nas demais áreas, onde a umidade relativa do ar está mais elevada, as nuvens se formam com facilidade por causa do aquecimento. De acordo com os meteorologistas da Climatempo, as pancadas ocorrem a partir da tarde de forma isolada, inclusive no Distrito Federal. Em algumas áreas onde não há previsão de chuva, os índices de umidade relativa do ar podem ficar abaixo dos 30%, principalmente em municípios do interior dos estados, o que representa nível de atenção, segundo a Organização Mundial da Saúde.

No sábado (20), a massa de ar seco ganha força e inibe a formação de nuvens de chuva no centro-sul do Mato Grosso e de Goiás, inclusive no Distrito Federal, e no Mato Grosso do Sul. Nestas localidades, os índices de umidade podem ficar baixos. Nas demais áreas, o sol aparece, faz calor e, a partir da tarde, a chuva acontece com até forte intensidade em alguns momentos.

No domingo (21), áreas de instabilidade formadas por causa do tempo quente e úmido espalham muitas nuvens sobre o centro-norte de Mato Grosso. Nestas localidades, o predomínio é de muitas nuvens intercalando aberturas de sol e chuva a qualquer hora. Há risco de temporal com queda de raios. Nas demais áreas, o ar seco inibe a formação de nuvens, o sol predomina e não chove.

Norte

Nesta sexta-feira (19), áreas de instabilidade formadas por causa do forte aquecimento associado à alta umidade se espalham sobre a maior parte da região. No Amazonas, em Porto Velho, no Pará e no centro-norte do Tocantins, inclusive em Palmas, o predomínio é de muitas nuvens intercalando algumas aberturas de sol. De acordo com os meteorologistas da Climatempo, há risco de temporal em pontos isolados destas localidades. Em Boa Vista, Amapá e no sul tocantinense, a chuva está prevista a partir da tarde. Nas demais áreas, o ar seco predomina e inibe a formação de nuvens de chuva.

No sábado (20), o tempo segue com predomínio da massa de ar seco e sol forte, no Acre e no centro-sul de Rondônia. Nas demais áreas da região, as áreas de instabilidade espalham nuvens carregadas de chuva e há risco de temporal, que pode acumular grandes volumes, principalmente no Amazonas e no sul do Pará. Nestas localidades, a sensação é de abafamento.

No domingo (21), o tempo instável predomina no leste do Amazonas, Pará, no Amapá, Roraima e no Tocantins. Nestas localidades, o predomínio é de muitas nuvens intercalando aberturas de sol e a chuva acontece com até forte intensidade em alguns momentos. Nas demais áreas do Amazonas, inclusive em Cruzeiro do Sul (AC), e no centro-norte de Rondônia, a chuva está prevista a partir da tarde. Em Rio Branco, a massa de ar seco inibe a formação de nuvens, o sol predomina e não chove.

Nordeste

Uma frente fria ao largo do litoral da Bahia mantém o tempo instável e com chuva a qualquer hora em Salvador e Ilhéus. Não está descartado o risco de descargas elétricas em alguns momentos. Na faixa litorânea entre Alagoas e Rio Grande do Norte, os ventos úmidos que sopram do oceano espalham muitas nuvens, mas a chuva acontece com fraca intensidade a partir da tarde. No centro-sul do Maranhão, Piauí e no noroeste e oeste da Bahia, o predomínio é de muitas nuvens intercalando aberturas de sol e a chuva está prevista a qualquer hora com até forte intensidade. Nas demais áreas, o sol aparece mais forte e a chuva ocorre a partir da tarde em pontos isolados.

No sábado (20), a massa de ar seco ganha força e inibe a formação de nuvens de chuva em Bom Jesus da Lapa e no Planalto da Conquista. No litoral da Bahia, o tempo segue instável devido à presença de uma frente fria, mas as condições de chuva forte diminuem. Entre Recife e Natal, os ventos úmidos espalham muitas nuvens, mas a chuva acontece de forma passageira. Na maior parte do Maranhão e do Piauí, o tempo quente e úmido favorece a formação de nuvens e as pancadas ocorrem a qualquer hora. Há risco de chuva forte. Em São Luís, em Fortaleza e nas demais áreas nordestinas, o sol aparece mais forte e a chuva acontece a partir da tarde.

No domingo (21), o tempo segue instável e com chuva a qualquer hora no litoral da Bahia. No Maranhão, Piauí, Ceará e no Rio Grande do Norte, o predomínio é de muitas nuvens intercalando aberturas de sol e a chuva acontece a qualquer hora. Em Barreiras, Bom Jesus da Lapa e no Planalto da Conquista, a massa de ar seco inibe a formação de nuvens de chuva e o sol predomina. Nas demais áreas, o tempo quente e úmido ajuda a formar nuvens e a chuva acontece a partir da tarde.

Leia tudo sobre: previsão do tempooutono

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas