Contra ataques, Banco do Brasil reduz dinheiro em caixas eletrônicos à noite

Por Agência Estado |

compartilhe

Tamanho do texto

Em funcionamento desde o último dia 18, sistema foi desenvolvido com base em estudos da rotina e hábitos de cada local e pretende inibir ataques aos caixas eletrônicos

Agência Estado

O Banco do Brasil informou nesta sexta-feira que reduziu consideravelmente o dinheiro disponível em seus caixas eletrônicos durante o período da noite. Apesar da redução, o volume do numerário é o mínimo necessário ao atendimento dos clientes até a manhã do dia seguinte, explica a assessoria do BB.

Leia também:
Ataque a caixas eletrônicos chega às cidades pequenas do interior de São Paulo
PM é preso acusado de ajudar quadrilha que explodia caixas eletrônicos

TADEU VILANI/Agência RBS
Agência do banco do Brasil atacada no Rio Grande do Sul

Em funcionamento desde o último dia 18, o novo sistema pretende inibir ataques aos caixas eletrônicos e aumentar a segurança do cliente. O sistema foi desenvolvido com base em estudos da rotina e hábitos de cada praça. Nas praças com maior incidência de ataques, o porcentual médio de redução dos valores disponíveis chega a 70%.

"O sistema implementado busca o equilíbrio entre a redução do numerário disponível nos terminais e a manutenção da qualidade de atendimento aos nossos clientes, contribuindo para desestimular os ataques e reduzir prejuízos", diz o diretor de Operações do BB, Sandro José Franco.

São Paulo: Associação comercial sugere retirada de caixas eletrônicos de lojas

Para ampliar a segurança nesses locais, o BB informa também que expandiu a quantidade de caixas eletrônicos e agências que são monitorados 24 horas a distância, por centrais de segurança espalhadas no País. Essas centrais, segundo o banco, têm capacidade de acionamento direto da polícia no momento da eventual ação criminosa.

Leia tudo sobre: ECONOMIA

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas