Preso um dos suspeitos por atentados em Santa Catarina

Por Agência Brasil | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Investigações indicaram que Boquinha é o líder do Primeiro Grupo Catarinense (PGC) em Criciúma. Onda de ataques no Estado completa 31 dias atingindo 37 cidades

Agência Brasil

A Polícia Militar de Santa Catarina prendeu, no fim da tarde dessa sexta-feira (1º), em Criciúma, Fernando Rosevelt Peres da Silva, de 29 anos, conhecido como Boquinha. Segundo a assessoria da PM, as investigações indicam que Boquinha é líder do Primeiro Grupo Catarinense (PGC) na cidade e suspeito de ser um dos responsáveis pela articulação dos atentados na região sul do Estado.

Mais: Polícia de Santa Catarina mata 53% a mais entre 2010 e 2012

Ataques: SC volta a registrar veículos incendiados e polícia investiga

Duas tentativas de ataques foram registradas ontem em Santa Catarina. Às 21h35, no município de São Francisco do Sul, dois homens tentaram incendiar um ônibus com uma garrafa de coquetel molotov. A garrafa não atingiu o ônibus e caiu em um terreno baldio, sem provocar danos. Os homens fugiram em seguida, não sendo mais localizados.

Em Chapecó, por volta das 23h, um menor de idade tentou incendiar um carro que estava estacionado no bairro Santo Antônio. O fogo foi contido por pessoas que estavam no local. Segundo testemunhas, o menor aparentava ser uma criança.

A onda de atentados em Santa Catarina completa 31 dias. Até o momento, foram 113 atentados em 37 municípios. A população de quatro municípios do Estado voltará às urnas para nova eleição. Em Balneário Rincão, Campo Erê, Criciúma e Tangará, os prefeitos eleitos foram julgados e tiveram a candidatura impugnada pela Justiça Eleitoral.

O comandante-geral da Polícia Militar, coronel Nazareno Marcineiro, disse que a segurança será reforçada nesses municípios "Estaremos de sobreaviso para qualquer eventualidade e atuaremos com firmeza em todo o estado. Nas quatro cidades estaremos de prontidão para o evento e a segurança será reforçada devido às eleições".

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas