Fim de semana será típico de Verão na maior parte do Brasil

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Maranhão e Piauí podem ter chuva forte. Veja a previsão completa para cada região

Neste fim de semana, a marca da estação Verão predomina na maior parte do Brasil. A presença do ar quente, úmido e as temperaturas elevadas favorecem a formação de nuvens de chuva que se espalham por quase todo o país, exceto no interior da Bahia, onde o ar seco inibe a chuva.

Veja a previsão do tempo na sua cidade

No Sul e no Norte do país e na costa norte do Nordeste, as áreas de instabilidade espalham nuvens carregadas e provocam chuva a qualquer hora do dia. Apesar da chuva, a sensação é de ar abafado e algumas cidades podem registrar temperaturas elevadas.

No Sudeste e Centro-Oeste, o clima típico de verão predomina nestas regiões. Os dias serão marcados por muito sol, poucas nuvens e muito calor. A chuva cai de forma isolada, que por vezes podem ser fortes.

Veja como fica a previsão do tempo para a sua região, de acordo com o Climatempo:

Sudeste

Nesta sexta-feira (15), o dia será marcado por muito sol e calor em todo o Sudeste do país. No estado de São Paulo, em Minas Gerais, no interior do Rio de Janeiro, cidades que fazem divisa com Minas Gerais e o Vale do Paraíba, e no centro-oeste capixaba, por causa do forte aquecimento e a alta umidade relativa do ar, as nuvens de chuva se formam com facilidade de as pancadas estão previstas a partir da tarde em pontos isolados. De acordo com a Climatempo, a chuva é típica de verão e os maiores volumes ficam concentrados no estado paulista. Em Belo Horizonte, a chance de chuva é pequena. Nas demais áreas fluminenses e capixabas, o sol brilha forte, faz bastante calor e não chove.

No sábado (16), voltam as condições de chuva na capital fluminense. No Rio de Janeiro, em Minas Gerais, no extremo oeste do Espírito Santo e no estado de São Paulo, o sol aparece e, a partir da tarde, ocorre o aumento das nuvens e chove com até forte intensidade em alguns pontos. No extremo sul paulista, a instabilidade é maior e chove a qualquer hora. No norte de Minas Gerais e nas demais áreas capixabas, inclusive em Vitória, o sol predomina e não há previsão de chuva.

No domingo (17), a massa de ar seco que atua no Nordeste do país ganha força e inibe formação de nuvens de chuva no centro-leste mineiro, no Espírito Santo e no Rio de Janeiro. Nestas áreas, o sol brilha forte, faz calor e não chove. No estado de São Paulo, em Belo Horizonte e nas demais localidades mineiras, o dia será típico de verão: sol predomina, faz calor e chove a partir da tarde em pontos isolados. De acordo com a Climatempo, as pancadas podem ser fortes em alguns momentos.

Sul

Nesta sexta-feira (15), os ventos úmidos que quentes que sopram do Norte do país mantém o tempo instável na maior parte do Sul do Brasil. No extremo norte do Rio Grande do Sul, em Santa Catarina e no centro-sul do Paraná, inclusive a capital e o litoral paranaense, o predomínio é de muitas nuvens intercalando breves períodos de sol e as pancadas de chuva ocorrem a qualquer hora. Pelo interior gaúcho, em Porto Alegre, e no norte do Paraná, o sol aparece mais forte e a chuva está prevista a partir da tarde em ponto isolados. De acordo com a Climatempo, principalmente em Santa Catarina e no estado paranaense, as pancadas de chuva podem ser fortes e volumosas. No extremo sul gaúcho, o sol brilha forte e não chove.

No sábado (16), as condições do tempo não mudam muito na região. Os ventos que sopram do Norte favorecem a presença das áreas de instabilidade no interior de Santa Catarina, no Vale do Itajaí, no litoral e na capital paranaense e no norte gaúcho. Nestas áreas, o sol aparece, mas sempre entre muitas nuvens e as pancadas de chuva ocorrem ao longo do dia. Nas demais áreas paranaenses e gaúchas, o sol brilha forte, faz calor e as pancadas estão previstas a partir da tarde. No extremo sul do estado, o ar seco inibe a formação de nuvens e não chove.

No domingo (17), a chegada de uma nova frente fria aumenta a instabilidade no centro-leste de Santa Catarina, na Grande Curitiba e no litoral paranaense, e pelo interior do Rio Grande do Sul, o tempo fica instável com previsão de várias pancadas de chuva, que podem ser fortes em alguns momentos. Nas demais áreas gaúchas, catarinenses e paranaenses, o sol aparece mais forte e, a partir da tarde, ocorre o aumento das nuvens e ocorrem pancadas de chuva em pontos isolados. A sensação é de abafamento na maior parte do estado.

Centro-Oeste

Nesta sexta-feira (15), o sol aparece em todo o Centro-Oeste do Brasil. Em Goiás, no centro-sul do Mato Grosso e na maior parte do Mato Grosso do Sul, por causa do calor e da alta umidade relativa do ar, as nuvens de chuva se formam com facilidade e as pancadas ocorrem a partir da tarde em pontos isolados. De acordo com a Climatempo, há risco de chuva forte em alguns momentos. Em Goiás e no Distrito Federal, as chances de chuva significativa são pequenas. Nas demais áreas do Mato Grosso e do Mato Grosso do Sul, o sol aparece, mas sempre entre nuvens e as pancadas acontecem a qualquer hora.

No sábado (16), o sol predomina na região. Em Goiás, no Mato Grosso do Sul, inclusive em Campo Grande, e no centro-sul do Mato Grosso, o dia será típico de verão. O sol brilha forte, faz calor e os termômetros passam dos 30°C em várias localidades. Por causa do aquecimento e disponibilidade de umidade, as nuvens de chuva se formam com facilidade e as pancadas estão previstas a partir da tarde. Em Goiás e no Distrito Federal, as chances de chuva significativa se mantem baixas. Nas demais áreas mato-grossenses, o sol aparece em meio à nebulosidade e chove a qualquer hora do dia.

No domingo (17), o tempo praticamente não muda no Centro-Oeste do Brasil. No sul de Mato Grosso, inclusive em Cuiabá, em Goiás e no Mato Grosso do Sul, o sol brilha forte, faz calor e chove a partir da tarde, mas não são pancadas generalizadas. Nas demais áreas do Mato Grosso, as pancadas de chuva ocorrem a qualquer hora. De acordo com os meteorologistas da Climatempo, há risco de chuva forte em alguns momentos.

Norte

Nesta sexta-feira (15), grandes áreas de instabilidade formadas por causa do calor e da alta umidade relativa do ar espalham muitas nuvens carregadas de chuva por quase todo o Norte do país. No centro-leste e no extremo oeste do Amazonas, no centro-norte do Acre, em Roraima, Amapá, Pará e no norte do Tocantins, o predomínio é de muitas nuvens intercalando breves períodos de sol e chuva a qualquer hora, que em alguns momentos pode ser forte. Nas demais áreas, inclusive em Palmas, o sol aparece mais forte, a temperatura sobe rapidamente e as nuvens de chuva se formam com facilidade por causa do ar quente e úmido. Nestas localidades, as pancadas estão previstas a partir da tarde de forma isolada.

No sábado (16), a instabilidade aumenta na maior parte da região. No Amazonas, Roraima, Amapá, Pará, Rondônia e no norte do Tocantins, o tempo segue instável com risco de fortes pancadas de chuva. O sol aparece, mas sempre entre muitas nuvens. No Acre e em Palmas, o sol aparece mais forte e as pancadas ocorrem a partir da tarde.

No domingo (17), o tempo não muda no Norte do Brasil. No Amazonas, Roraima, Amapá, Pará, Rondônia e em todo o estado do Tocantins, o sol aparece em meio à nebulosidade e as pancadas ocorrem várias vezes ao longo do dia. No Acre, o sol aparece mais forte e, por causa do calor e da alta umidade do ar, as nuvens de chuva se formam com facilidade e chove em pontos isolados a partir da tarde.

Nordeste

Nesta sexta-feira (15), a presença da Zona de Convergência Intertropical, tecnicamente conhecida como ZCIT, espalha muitas nuvens carregadas sobre o norte do Maranhão, do Piauí e do Ceará. Nestas localidades, a Climatempo alerta para pancadas de chuva com até moderada intensidade. Nas demais áreas do Maranhão, do Piauí, Ceará, pelo sertão nordestino e no litoral sul da Bahia, o calor e a alta umidade do ar ajudam a formar nuvens de chuva e as pancadas ocorrem em pontos isolados. Pelo interior baiano, o sol brilha forte, as temperaturas disparam e não chove.

No sábado (16), a massa de ar seco e quente inibe a formação de nuvens de chuva em grande parte da região. Pelo interior da Bahia, do Pernambuco, Sergipe, Alagoas e parte da Paraíba, o sol predomina, faz calor e não chove. No sul do Maranhão, Piauí, Ceará e no Rio Grande do Norte, o ar quente e úmido ajuda a formar nuvens de chuva e as pancadas ocorrem em pontos isolados. Nas demais áreas, a ZCIT mantem o tempo instável e a previsão é de pancadas de chuva a qualquer hora.

No domingo (17), a ZCIT mantem a instabilidade no norte do Maranhão, do Piauí e do Ceará. Nestas localidades, o sol aparece sempre entre muitas nuvens e as pancadas ocorrem ao longo do dia. De acordo com os meteorologistas da Climatempo, não dá para descartar a possibilidade de chuva forte em alguns momentos. Nas demais áreas do Piauí, do Maranhão e pelo interior e no litoral sul da Bahia, as nuvens de chuva se formam com facilidade por causa do calor e da alta umidade e a chuva acontece a partir da tarde. Nas demais áreas, a massa de ar seco e quente inibe a formação de nuvens e não chove.

Leia tudo sobre: previsão do tempoespecial verão

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas