Polícia anuncia prisões, mas ônibus ainda são alvo de ataques em Santa Catarina

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Duas operações policiais prenderam quatro suspeitos, mas um novo ataque no Estado incendiou um ônibus na cidade de Blumenau

A Polícia Civil de Santa Catarina anunciou nesta quarta-feira (06) que prendeu quatro suspeitos de participarem de ataques contra o transporte coletivo e bases de Instituições da Segurança Pública do Estado. Mesmo assim, mas um ônibus foi incendiado em Blumenau, no interior do Estado, no sétimo dia de ataques coordenados pela facção Primeiro Grupo Catarinense (PGC). 

Leia também:
Carnaval é mantido em Santa Catarina, mesmo após ataques
Passageiros temem aumento dos ataques fora do horário de escolta em SC
Com mais seis ataques, sobe para 60 o número de ocorrências em Santa Catarina

Marcelo Camargo/ABr
Ônibus saem do Terminal Central de Florianópolis (Ticen) com escolta policial após ataques em SC

Segundo a polícia, Rafael Alan Millnitz, 18 anos, foi preso no bairro Vila Zuleima, na cidade de Criciúma. O suspeito foi reconhecido por testemunhas como o autor de um dos ataques a ônibus ocorridos no bairro Jardim União.

Durante depoimento, segundo a polícia, Millnitz informou que recebeu o valor de R$ 250 para praticar o crime. Os policiais ainda encontraram 500 gramas de maconha e um revólver calibre .32 municiado com a namorada do suspeito. 

Em outra ação, uma operação policial resultou na prisão de três pessoas suspeitas de envolvimentos com os atentados na região de Joinville, norte do Estado. Os investigados tinham mandado de prisão preventiva relacionados aos ataques, mas também foram presos em flagrante por outros crimes durante a ação policial.

Ataque

Apesar das prisões, dois homens incendiaram um ônibus na tarde desta quarta-feira em Blumenau. A ação ocorreu no bairro Fortaleza, por volta das 15h30. Segundo a polícia, após colocar fogo no coletivo, o dois homens que estavam em uma moto abandonaram o veículo no Morro da Lagoa e fugiram pelo mato.

Foi o primeiro ataque contra ônibus em Blumenau este ano. Em novembro do ano passado, um ônibus foi incendiado e houve disparos contra o presídio do município. Com a nova ofensiva desta quarta, passam de 60 registros de ocorrências de ataques em 19 cidades de Santa Catarina desde o dia 30 de janeiro.

* Com AE

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas