Homem confessa ter matado pais, irmã e sobrinho em Santa Catarina

Luiz Carlos Flores, de 38 anos, seria usuário de drogas e estaria sob efeito de cocaína quando cometeu os assassinatos; crime ocorreu em Penha na sexta-feira (7)

iG São Paulo |

Divulgação/Polícia Civil
Luiz Carlos Flores, que confessou ter matado os pais, irmã e sobrinho em Penha (SC)

A Polícia Civil de Gaspar e Itajaí prendeu no domingo (9) um homem de 38 anos que confessou ter assassinado os pais, a irmã e o filho dela, de 10 anos, em Penha, cidade na região norte de Santa Catarina. Após a primeira perícia no local do crime, que ocorreu na sexta-feira (7), a polícia já apontava o motorista Luiz Carlos Flores como o principal suspeito. No segundo interrogatório, realizado ontem, ele decidiu confessar.

Florianópolis:  Cão farejador encontra R$ 1 milhão em pasta base de cocaína

Polícia identifica presos suspeitos de ordenar fim da onda de violência em SC

Segundo a polícia, a confissão durou mais de duas horas. Flores disse que sua intenção era matar apenas a irmã Leopoldina Flores, de 41 anos, por desavenças que tinha com ela. Mas, antes matou a mãe, Carmem Flores, de 69, em um terreno atrás de sua casa, para que ela não sofresse com a morte da filha.

A segunda vítima foi a irmã e, na sequência, seu filho que havia presenciado o crime. Por último, o motorista tirou a vida do pai, Luiz Nilo, de 72. Os três foram mortos dentro de casa a golpes de marreta e martelo. O motorista seria usuário de drogas e estaria sob efeito de cocaína quando cometeu os crimes.

O delegado Rodolfo Farah, responsável pelas investigações, afirmou que o acusado negava o crime e dizia que tinha encontrado os corpos e notificado a polícia. Após a confissão, Flores foi preso. “Desde o primeiro dia de investigações, ele não esboçou arrependimento, parecendo estar muito calmo e consciente de tudo o que estava acontecendo.”

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG