Fim de semana tem previsão de virada no tempo no Sudeste

No domingo, uma frente fria deixa o tempo nublado e chuvoso em quase toda a região. No Sul, o tempo fica chuvoso no Rio Grande do Sul

iG São Paulo |

Faltam quinze dias para a chegada do verão. A nova estação começa no dia 21 de dezembro às 08h11, no horário de Brasília. Nestes próximos dias o sol aparece e o tempo fica abafado em quase todo o Brasil.

Confira a previsão do tempo para a sua cidade

Neste domingo, em São Paulo, Rio de Janeiro, centro-sul de Minas o dia será marcado por chuva que pode ser forte e volumosa. Nesta sexta-feira (09), o ar seco e quente predomina sobre quase todo o Nordeste e impede o crescimento de nuvens de chuva. Somente o litoral sul baiano fica sujeito as pancadas de chuva.

No Centro-Oeste e Norte do País, o ar quente e úmido predomina e provoca pancadas de chuva. No Sul, uma nova frente fria traz chuva para todo o Rio Grande do Sul.

Veja abaixo como fica a previsão do tempo completa, de acordo com o Climatempo :

Sudeste

Nesta sexta-feira, uma frente fria avança do Sul em direção ao Sudeste do Brasil. Em São Paulo, no Rio de Janeiro e no sul de Minas Gerais, inclusive as áreas do triângulo mineiro, a temperatura pode disparar por causa da situação “pré-frontal”, que antecede a chegada de uma frente fria e, nessas condições, altas temperaturas são comuns. Por causa do forte calor e da umidade, as nuvens se formam com facilidade e as pancadas ocorrem á partir da tarde. Segundo os meteorologistas da Climatempo, em alguns momentos pode chover com até forte intensidade. Nas demais áreas do Rio de Janeiro, de Minas Gerais e no Espírito Santo, o ar seco e quente inibe chuva e o sol aparece mais forte.

No sábado, a passagem deste sistema pela região vai provocar chuva logo pela manhã no sul de São Paulo. Pelo interior paulista, inclusive a capital, no centro-sul do Rio de Janeiro, no triângulo mineiro e na zona da mata de Minas Gerais, a nebulosidade aumenta ao longo do dia e as pancadas ocorrem a partir da tarde. Segundo os meteorologistas da Climatempo, não está descartada o risco de fortes pancadas em pontos isolados. Em Campos dos Goytacazes (RJ), no Espírito Santo e no centro-norte de Minas Gerais, região dos Vales do Jequitinhonha e do Rio Doce, o sol predomina, faz calor e não chove.

No domingo, a frente fria deixa o tempo nublado e com chuva a qualquer hora do dia no leste de São Paulo, inclusive a capital paulista, no centro-sul do Rio de Janeiro e no sul de Minas Gerais, as pancadas de chuva ocorrem várias vezes durante o dia e inibem a presença do sol. Pelo interior paulista, no norte do Rio de Janeiro e nas áreas próximas a Machado (MG), a chuva está prevista a qualquer hora do dia intercalando breves períodos de sol. Nas demais áreas, chove a partir da tarde por causa do forte aquecimento e da alta umidade.

Sul

Na sexta-feira, a frente fria avança pelo Rio Grande do Sul e, até à noite, chega ao Paraná. Nas áreas de fronteira com o Uruguai, a temperatura fica mais amena e chove principalmente pela manhã. Nas áreas do centro e noroeste gaúcho, chove o dia todo. Em Porto Alegre, no norte gaúcho e no extremo sul catarinense, o tempo fica instável intercalando períodos de sol e chuva a qualquer hora. Nas demais áreas de Santa Catarina e no Paraná, as pancadas ocorrem entre á tarde e á noite. Há risco de chuva forte nos três estados da região.

No sábado, a passagem deste sistema deixa muitas nuvens espalhadas sobre grande parte da região. No norte do Rio Grande do Sul, em Santa Catarina e no sul do Paraná, inclusive a Grande Curitiba, as pancadas de chuva ocorrem várias vezes ao longo do dia com até moderada intensidade. No centro gaúcho, área que vai de Porto Alegre a São Luiz Gonzaga, e no centro-norte do Paraná, o sol aparece sempre entre muitas nuvens e a chuva está prevista a qualquer hora. No sul gaúcho, o tempo volta a abrir e sol reaparece.

No domingo, o tempo fica chuvoso no leste do Paraná e de Santa Catarina, inclusive a Grande Curitiba, Florianópolis e o Vale do Itajaí. Mas, apesar da nebulosidade, o risco de temporal diminui na região. Pelo interior do paranaense, o sol aparece entre muitas nuvens e as pancadas de chuva ocorrem a qualquer hora com até moderada intensidade. Nas demais áreas, o ar seco inibe a chuva e o sol aparece, inclusive em Porto Alegre. Apesar do sol, a temperatura não sobe muito.

Centro-Oeste

Nesta sexta-feira, O sol aparece forte nos três estados do Centro-oeste do Brasil e faz bastante calor. Segundo os meteorologistas da Climatempo, por causa do ar quente e úmido, as nuvens se formam com facilidade e a chuva está prevista á partir da tarde com até forte intensidade em alguns períodos.

No sábado, áreas de instabilidade crescem no norte de Mato Grosso e as nuvens de chuva se espalham com facilidade. No sul e oeste do Mato Grosso do Sul, a influência de uma frente fria deixa o tempo carregado. Nestas localidades, as pancadas de chuva ocorrem várias vezes ao dia intercalando períodos de sol. Nas demais áreas, inclusive em Campo Grande, Cuiabá, Goiânia e Brasília, a previsão é de chuva á partir da tarde em pontos isolados.

No domingo, a instabilidade aumenta sobre o Centro-oeste do país. No centro-oeste do Mato Grosso, inclusive a capital Cuiabá, e no Mato Grosso do Sul, as pancadas de chuva ocorrem a qualquer hora intercalando breves períodos de sol. Segundo os meteorologistas da Climatempo, não está descartada a possibilidade de chuva forte principalmente á tarde. Em Goiás e nas demais áreas do Mato Grosso, a chuva está prevista á partir da tarde.

Norte

Nesta sexta-feira, as instabilidades continuam sobre o centro-norte do Pará e do Tocantins e há risco de chuva forte em alguns momentos. Uma massa de ar seco ganha força sobre o centro-sul do Tocantins no sábado e inibe a chuva. As demais áreas seguem com o tempo abafado, quente e úmido e registram pancadas de chuva de forma isolada.

No sábado, a nebulosidade se concentra no centro-sul do Pará, no oeste do Amazonas, no Acre e no norte do Tocantins. Nestas localidades, as pancadas de chuva ocorrem a qualquer hora com até forte intensidade em alguns momentos. Nas demais áreas do Amazonas, do Pará, do Tocantins e nos estados de Rondônia, Roraima e Amapá, a chuva está prevista á partir da tarde. O tempo continua abafado na região.

No domingo, as áreas de instabilidade mantém o tempo carregado e com chuva a qualquer hora no centro do Amazonas, no centro-sul do Acre, em Roraima e em Rondônia. De acordo com a Climatempo, não está descartada a possibilidade de fortes pancadas em pontos isolados. Nas demais áreas, o forte aquecimento e a alta umidade ajudam a formar nuvens de chuva e as primeiras pancadas ocorrem á partir da tarde em algumas localidades.

Nordeste

Nesta sexta-feira, o ar seco e quente predomina em grande parte do Nordeste. Na costa leste nordestina, entre Alagoas e a Paraíba e do sul da Bahia até Ilhéus, a umidade que vem do oceano espalham muitas nuvens e chove rápido em pontos isolados. No centro-sul do Maranhão, áreas de instabilidade espalham muitas nuvens carregadas e chove a qualquer hora do dia. Nas demais áreas, o sol aparece forte, faz calor e não chove.

No sábado, o ar quente e úmido ajuda a formar nuvens por toda a costa leste do Nordeste. Do litoral sul da Bahia até o Rio Grande do Norte, a previsão é de chuva fraca e passageira em pontos localizados. Pelo interior do Maranhão, as pancadas de chuva ocorrem a qualquer hora. Nas demais áreas da região, faz bastante calor e não chove.

No domingo, o ar seco perde força e aumenta a condição de chuva rápida em toda a Região. Segundo a meteorologista da Climatempo, Aline Tochio, a chuva não deve acumular grandes volumes e nem reverter o quadro de estiagem que predomina no Nordeste

    Leia tudo sobre: previsão do tempo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG