Corpo de noivo que morreu em casamento é enterrado em Manaus

Sargento da Marinha Fábio dos Santos Maciel se cortou com uma taça em festa na Ilha do Governador e morreu a caminho do hospital

O Dia | - Atualizada às

O corpo do sargento da Marinha Fábio dos Santos Maciel foi enterrado nesta quinta-feira, no Cemitério Nossa Senhora da Aparecida, em Tarumã, na Zona Oeste de Manaus. Amigos e familiares de Fábio, que morreu na última segunda-feira após cair em cima de uma taça na festa do próprio casamento na Ilha do Governador, na Zona Norte, se despediram do ex-militar.

Luiz Vasconcelos/A Crítica
A noiva Geise Guimarães namorava havia 7 anos com Fábio dos Santos Maciel

No Rio há oito anos, ele serviu em missão de paz da ONU no Haiti, em 2006, e foi homenageado nas redes sociais por amigos e colegas, que o chamaram de "herói". O corpo do sargento chegou a Manaus por volta de 23h de terça e foi velado nesta quarta-feira na casa de seus pais.

Veja o vídeo: Corpo de noivo morto por taça de champanhe é transferido para Manaus

Emocionados com a tragédia que pôs fim precoce ao casamento com Geise Guimarães, com quem namorava havia 7 anos, amigos e familiares se despediram de Fábio e mandaram mensagens de apoio à viúva.

No velório, Geise precisou ser amparada e não saía do lado do caixão do marido. O irmão de Fábio, Cláudio José dos Santos Maciel, 39 anos, definiu o acidente como uma fatalidade.

Segundo ele, Fábio estava sorridente, brincando com os padrinhos, na hora da queda. A mulher o aguardava no carro. Ao vê-lo tropeçar, Cláudio ainda pediu que o irmão se levantasse, sem perceber a gravidade do acidente.

Fuzileiros navais, da Ilha, no Rio, fizeram homenagens em redes sociais, dizendo que Fábio era excelente militar e sempre honrou com suas tarefas e obrigações.

“A família naval está de luto pela morte do nosso herói. Estamos tristes, mas Deus sabe o que faz e que a sua família seja confortada”, escreveu o ex-colega Hermenegildo de Castro Reis no site do jornal A Crítica.

Demora

O irmão só se deu conta da gravidade do acidente quando viu Fábio perdendo muito sangue. “Colocamos o meu irmão no carro e levamos ao hospital. Quando chegamos lá, ele já estava morto”, afirmou ele, ao jornal Em Tempo, de Manaus.

Fábio morreu às 2h16 ao chegar no Hospital Paulino Werneck. A taça que Fábio guardara de recordação do casamento no bolso da calça, partiu-se e cortou a veia femoral, por onde passa 1 litro de sangue por minuto.

    Leia tudo sobre: manausnoivo mortofabio dos santos macielamazonas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG