Círio de Nazaré atrai milhares de fiéis em Belém

Nesta sexta-feira ocorre a procissão que há mais de 200 anos mobiliza milhares de romeiros pelas ruas da capital paraense

iG São Paulo | - Atualizada às

A imagem de Nossa Senhora de Nazaré saiu da Basílica Santuário, no centro de Belém (PA), nesta sexta-feira (12), às 8h30, en direção à Igreja Matriz de Ananindeua, no Estado do Pará. O trajeto é de 55 quilômetros deve contar com a participação de mais de 1 milhão de romeiros.

Veja também: Círio de Nazaré: por dentro da maior festa religiosa do Brasil  

Os fiéis fazem homenagem à santa e tentam tocar a corda do Círio, para agradecer graças alcançadas ou pedir algo à santa. Em setembro de 2004, a Círio foi reconhecido pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), como patrimônio nacional.

A história
Segundo a tradição católica, o caboclo Plácido José de Souza encontrou, às margens do igarapé Murutucú, onde hoje está a basílica, uma pequena imagem da santa em 1700. Após encontrá-la, ele levou a santa para casa. Quando voltou, ela não estava mais lá. Ele então decidiu voltar ao igarapé: lá estava a santa. Quase todo o dia o fato se repetiu, até que o caboclo resolveu construir uma capelinha na margem do fio d'água.

Muitos anos depois, em 1792, o Vaticano permitiu a procissão em homenagem à santa em Belém do Pará, que foi feita pelo capitão-mor Dom Francisco de Souza Coutinho, que à época governava a então província do Pará.

O primeiro Círio aconteceu no dia 8 de setembro de 1793. A partir de 1901, por determinação do bispo Dom Francisco do Rêgo Maia, a celebração foi fixada no segundo domingo de outubro.

    Leia tudo sobre: círio de Nazarébelém

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG