Superbactéria fecha emergência de hospital em Santa Catarina

Procedimento foi motivado pela constatação da superbactéria KPC (Klebsiella Pneumoniae Carbapenemase) no Hospital Regional Dr. Omero de Miranda Gomes, em São José

Agência Estado |

Agência Estado

O Hospital Regional Dr. Omero de Miranda Gomes, na cidade de São José, Região Metropolitana de Florianópolis, teve o setor de emergências fechado na manhã desta terça-feira, para uma desinfecção. O procedimento foi motivado pela constatação da superbactéria KPC (Klebsiella Pneumoniae Carbapenemase) na unidade, identificada em um paciente que morreu no final de semana. Após uma reunião realizada na segunda, a direção do hospital, a Superintendência Hospitalar e a Secretaria Estadual de Saúde de Santa Catarina decidiram pela interdição da ala, que irá até as 20h de quinta-feira (6). Os demais setores continuam funcionando normalmente.

Leia mais: Hospital no Ceará onde dois morreram infectados por superbactéria descarta mais casos

Até o fim da desinfecção a Secretaria Estadual de Saúde recomenda que os pacientes que necessitam de atendimento de emergência se dirijam ao Hospital Governador Celso Ramos e ao Hospital Florianópolis, ambos estaduais e na cidade de Florianópolis. Segundo a pasta, há uma equipe de médicos de prontidão no Hospital Regional para atender pacientes que não possam se deslocar para outras unidades, mas apenas em casos excepcionais. A ala de emergência do complexo atende normalmente uma média de 40 mil pacientes por mês.

Bactéria

A bactéria KPC costuma surgir em ambientes hospitalares, onde oferece o maior risco. Ela caracteriza-se pela alta resistência a antibióticos e pode causar complicações como infecções sanguíneas e pneumonia, especialmente em idosos, crianças, pessoas com doenças crônicas ou com a imunidade baixa. Entre os sintomas apresentados por quem a contrai estão febre, tosse e dores no corpo (especialmente na bexiga).

A Secretaria Estadual de Saúde de Santa Catarina informou que este foi o primeiro caso de morte causado pela bactéria no Estado neste ano. O paciente morto no fim de semana, segundo a pasta, foi a óbito em função de uma pneumonia. Sua identidade não foi revelada.

    Leia tudo sobre: superbactériaKPChospital

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG