Governo repete reajuste de 15,8% para servidores da saúde

Ministério do Planejamento mantém fórmula para trabalhadores do Hospital dos Servidores das Forças Armadas (HFA), que recusam proposta e seguem em greve que já dura 53 dias

Nivaldo Souza - iG Brasília |

O governo voltou a repetir a fórmula de reajuste de 15,8% em três parcelas de pouco mais de 5% ao ano até 2015 a grevistas do serviço público federal. O percentual foi oferecido nesta terça-feira (21) para servidores do Hospital das Forças Armadas (HFA), em greve há 53 dias.

Leia também: Governo oferece reajuste de 15,8% a mais três categorias

A repetição do percentual segue em linha com a estratégia antecipada ao iG pelo secretário de relações de trabalho do Ministério do Planejamento, Sérgio Mendonça. O governo definiu o percentual para base dos trabalhadores federais agrupados na categoria PGPE (Plano Geral de Cargos do Poder Executivo) e PST (Previdência, Saúde e Trabalho).

Mais: 
“Não faz sentido continuar greve após 31 de agosto”, diz sindicalista 
Distorção salarial de servidores mostra desigualdade entre líderes sindicais

Segundo Humberto Oliveira, o representante do HFA no Sindicato dos Servidores Públicos Federais (Sindsep), o reajuste está aquém dos 30% pleiteados. O pedido representaria um acréscimo de R$ 50 milhões na folha de pagamento da União. “É inaceitável esse reajuste com o que o HFA está passando hoje”, diz.

Oliveira argumenta que dos 2,2 mil servidores contratados para compor o quadro de pessoal do hospital 932 pediram exoneração de cargos para tomar outro rumo. “A secretária [de Saúde] do Distrito Federal paga o dobro”, afirma.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG