Seca faz 82% dos municípios do Piauí decretarem estado de emergência

Governo Federal reconheceu situação grave em mais 28 municípios; Bolsa Estiagem é usada como medida emergencial

Agência Brasil | - Atualizada às

Agência Brasil

O governo federal reconheceu nesta quarta-feira (11) estado de emergência em 28 municípios do Piauí. Até o momento, 184 cidades do Estado decretaram emergência e 127 delas já foram reconhecidas pelo Ministério da Integração. O estado tem 224 municípios.

Segundo o diretor da Defesa Civil do Piauí, Jerry Herbert, as medidas tomadas para amenizar os problemas causados pela seca foram o Bolsa Estiagem e abastecimento de suprimentos e materiais de poços. Além disso, foram disponibilizados 130 carros-pipa que atenderão 80 municípios. São Raimundo Nonato é a cidade mais prejudicada.

Bahia: 'É preciso ser forte', diz agricultor sobre pior seca em 47 anos

Nordeste: Seca deixa mais de mil cidades em estado de emergência

Ainda de acordo com a Defesa Civil do Piauí, o Ministério da Integração liberou cerca de R$ 15 milhões, referentes ao abastecimento de poços, Bolsa Estiagem e carros-pipa, para amenizar as consequências da estiagem.

Além dos municípios do Piauí, três municípios da Bahia, dois do Ceará, três do Maranhão, três de Minas Gerais e cinco de Pernambuco foram reconhecidos pelo governo federal como municípios em estado de emergência por causa da estiagem. Duas cidades do Rio Grande do Sul e quatro de Santa Catarina também foram consideradas na mesma situação.

No Paraná, quatro municípios em situação de emergência também foram reconhecidos. Por causa das fortes chuvas no estado durante o mês de junho, já são 147 municípios em situação de emergência, de um total de 399 cidades no estado. Ao todo, mais de 44 mil pessoas foram atingidas com as enchentes, o que resultou em 335 desalojados, 239 desabrigados e cinco pessoas doentes.

    Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG