Em entrevista ao Fantástico, veterinário afirmou ser muito possível que animal, que teve o tímpano estourado, fique surdo

Cadela passou por cirurgia e , segundo veterinário, deve ficar surda
Divulgação
Cadela passou por cirurgia e , segundo veterinário, deve ficar surda

A cadela Menina que sofreu ferimentos graves após ser atingida por uma bomba lançada por um ex-integrante da equipe do cantor Thiaguinho deve ficar surda, afirmou o veterinário Eicke Bucholtz Júnior, em matéria divulgada no Fantástico neste domingo (8).

A cadela ficou gravemente ferida após um integrante da equipe do cantor jogar uma bomba na frente do hotel Nacional Inn, de dentro de uma van. Ela fraturou a mandíbula, sofreu queimadura na língua e no céu da boca, perdeu dois dentes e teve o tímpano estourado. De acordo com o veterinário, Menina terá alta na próxima terça.

Leia mais:Cadela ferida por integrante da banda de Thiaguinho passa por cirurgia

A bomba foi atirada quando parte da banda deixava o hotel na tarde de sábado (30) para fazer um show na cidade vizinha de Sumaré. A bomba explodiu dentro da boca do animal. O caso foi registrado como maus-tratos a animais, no 5º Distrito Policial

Cantor postou foto da visita à cadela ferida por uma bomba
Reprodução
Cantor postou foto da visita à cadela ferida por uma bomba

Ao ser informado do acidente, o cantor Thiaguinho demitiu o funcionário, pagou a operação e os cuidados veterinários de Menina e afirmou que pretende adotar a cadelinha. No entanto, outras 100 pessoas se mostraram interessadas em adotar o animal.

Leia mais:Thiaguinho visita cadela ferida e afirma que quer adotar animal

 Ouvido pelo fantástico, o ex-produtor José Manoel Giardini Sobrinho, que lançou a bomba, afirmou que não teve a intenção de atingir o animal. “Não fiz de propósito. Não sou criminoso. Foi um acidente”, disse em entrevista ao programa da Rede Globo.

“Poderia ter sido uma criança. Foi um cachorro, mas poderia ter sido uma criança. Peço que as pessoas não cheguem perto destes tipos de artefatos”, completou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.