A outra criança que também foi encontrada na piscina da entidade continua internada no Instituto Goiano de Pediatria (Igope)

Uma das duas crianças que se afogaram na piscina de uma creche em Goiânia deixou a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no Hospital da Criança e foi transferida para um quarto na mesma unidade neste sábado.

O menino de dois anos que também se afogou segue internado na UTI do Instituto Goiano de Pediatria (Igope).

O caso:  Duas crianças se afogam em creche em Goiânia

No início da semana, as duas crianças se afogaram na piscina de uma creche na região de Serrinha, na capital goiana. Os dois foram socorridos em estado grave.

De acordo com a Delegacia de Proteção à Criança e Adolescente, as crianças foram para a creche normalmente e estavam sob os cuidados de duas monitoras e uma faxineira. As responsáveis pelos alunos teriam sentido falta da menina e, ao a procurarem, a encontraram dentro da piscina da entidade.

De acordo com agentes da delegacia, uma das monitoras socorreu a menina, mas deixou as portas que dão acesso à piscina abertas. Em seguida, o menino também foi à piscina e caiu na água.

Ele foi encontrado boiando e também foi socorrido em estado grave. As duas crianças sofreram paradas cardíacas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.