Radialista acusado de pedofilia vai para o Recife

Mução, como é conhecido, foi preso em Fortaleza pela Operação DirtyNet, deflagrada pela Polícia Federal em 11 Estados e no Distrito Federal

Agência Estado |

Agência Estado

Preso ontem em Fortaleza, acusado de integrar uma rede internacional de pedofilia, o radialista e humorista Rodrigo Vieira Emerenciano, o Mução, de 35 anos, foi transferido na manhã de hoje para o Recife. Como ele morava na capital pernambucana na época das investigações, a ordem de prisão foi da Polícia Federal em Pernambuco.

Leia também: Polícia Federal prende suspeitos de divulgar pornografia infantil pela internet

De acordo com a assessoria de imprensa da PF-PE, o radialista chegou às 8h20, foi ouvido na superintendência da Polícia Federal e depois se submeteu a exames de rotina no Instituto de Medicina Legal (IML), antes de seguir para o presídio Cotel, no município metropolitano de Abreu e Lima.

Aprisão temporária de Mução é de cinco dias, podendo ser prorrogada. Ele alega inocência. O radialista foi preso na Operação Dirtynet, da Polícia Federal, que desarticulou uma rede internacional de compartilhamento de pornografia infantil na internet com atuação em 34 países.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG