ANS autoriza reajuste máximo de 7,93% para planos de saúde

Aumento deve incidir sobre os contratos de aproximadamente 8 milhões de beneficiários,  o que representa 17% dos consumidores de planos de assistência médica no Brasil

Agência Estado |

Agência Estado

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) fixou em 7,93% o índice máximo de reajuste dos planos de saúde individuais ou familiares, contratados a partir de janeiro de 1999. O reajuste é válido para os planos contratados entre maio de 2012 e abril de 2013.

Leia também: Entra em vigor nova regra para plano de saúde de aposentado e demitido

Segundo a agência, o aumento incidirá sobre os contratos de aproximadamente 8 milhões de beneficiários, o que representa 17% dos consumidores de planos de assistência médica no Brasil.

A ANS recomenda que os consumidores observem os próximos boletos e verifiquem se o valor corrigido corresponde ao porcentual de 7,93% e se o aniversário do contrato ocorre a partir de maio.

Em caso de dúvida, os consumidores devem entrar em contato com a agência por meio do Disque-ANS (0800 701 9656); pela Central de Atendimento ao Consumidor, no endereço www.ans.gov.br ; ou pessoalmente, em um dos 12 Núcleos da ANS distribuídos pelo País.

Mais:
Justiça obriga convênios a informar mudanças na rede de atendimento
Planos de saúde não podem fixar limite com despesa hospitalar, decide STJ
Novas coberturas de planos de saúde entram em vigor
Planos de saúde têm prazo para agendar consultas

    Leia tudo sobre: NACIONALGERAL

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG