Para alertar sobre os riscos das distrações do celular,  Associação Brasileira de Medicina de Tráfego lançou uma campanha para desestimular o uso dos aparelhos por motoristas

Estadão Conteúdo

selo

É proibido dirigir falando ao celular. O que muita gente não sabe, ou finge não saber, é que mandar SMS, usar um aplicativo ou acessar a internet ao volante também são infrações de trânsito.

Leia também:
Infrações leves e médias no trânsito podem virar advertência
Multas de trânsito mais que duplicam nos últimos 4 anos em São Paulo

Além disso, a Associação Brasileira de Medicina de Tráfego (Abramet) alerta que condutores usando celulares têm respostas motoras tão atrasadas quanto as de alguém embriagado.

Para alertar sobre os riscos das outras distrações do celular, a entidade lançou uma campanha para desestimular o uso dos aparelhos por motoristas. O foco do vídeo, divulgado na internet, é o envio de mensagens de texto.

Segundo Dirceu Rodrigues Alves Junior, chefe do Departamento de Medicina de Tráfego Ocupacional da entidade, quem lê uma mensagem de texto gasta mais tempo sem prestar atenção ao tráfego do que imagina. "A pessoa leva de 4 a 5 segundos para fazer isso. Se o carro estiver a 100 km/h, terá percorrido 120 metros sem a visão frontal do motorista." As informações são do jornal "O Estado de S.Paulo".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.