Ministério da Integração Nacional realizou treinamentos e simulados para lidar com enxurradas e deslizamentos; seca é a pior nos últimos 30 anos no Nordeste

Moradores de Caetanos (596 km de Salvador) recorrem a poços para recolher um pouco de água
Futura Press
Moradores de Caetanos (596 km de Salvador) recorrem a poços para recolher um pouco de água
Moradores de Senhor do Bonfim (BA), Mossoró (RN) e Caruaru (PE) padecem com a maior seca da últimas três décadas no Nordeste , o que levou essas três cidades a figurarem na lista das 525 em situação de emergência.

Entretanto, em meio à estiagem, os moradores se preparam para enfrentar, em breve, outra dificuldade natural: as chuvas, cujo período começa em junho. Esses três municípios estão entre os 56 que podem mais sofrer com a abundância de água, tão escassa nos últimos meses. 

Mais notícias da Bahia 

De acordo com Rafael Schadeck, diretor do Departamento Nacional de Minimização de Desastres da Secretaria Nacional de Defesa Civil (Sedec) do Ministério da Integração Nacional, essas cidades estão na lista em virtude do histórico de deslizamentos ou outros problemas ocasionados pelas chuvas.

No último 5 de maio, a Secretaria Nacional de Defesa Civil (Sedec) do Ministério da Integração Nacional realizou treinamentos simultâneos em oito Estados para habilitar moradores para enfrentar enxurradas, cheias de rios e córregos, deslizamentos, desmoronamentos e outras situação de perigo.

Saiba mais:  'É preciso ser forte', diz agricultor sobre pior seca em 47 anos na Bahia

Desses municípios mapeados pelo ministério com mais possibilidade de problemas, 19 ficam em Pernambuco, nove na Bahia, nove em Alagoas, sete no Ceará, sete no Maranhão, quatro no Piauí e um no Rio Grande do Norte.

Assessor especial da União dos Municípios da Bahia, Antônio Rodrigues louva os simulados, mas pede outras iniciativas. "Por enquanto, a nossa maior preocupação é com a seca, mas esses simulados não são supérfluos. É preciso melhorar a infraestrutura hídrica da região, limpar rios e retirar lixo de suas margens, podar árvores, fazer obras de contenção eoutras que sirvam de armazenamento das águas para períodos de seca", afirma.

A presença de épocas de chuva e seca no Nordeste se deve a diferentes biomas e tipologias climáticas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.