O veículo que ele conduzia bateu numa moto e provocou a morte do diretor do presídio de Formosa

selo

O ex-ministro e diplomada Sérgio Amaral recebeu alta na manhã deste domingo após permanecer internado sob observação por conta de ferimentos na cabeça causados durante acidente de trânsito na noite de sexta-feira na região de Cocalzinho, em Goiás.

Leia também: Acidente em GO envolve ex-ministro Sérgio Amaral e mata um

Sérgio Amaral dirigia sozinho pela BR-414, de Brasília para Pirenópolis, quando seu carro chocou-se contra uma moto, pilotada pelo diretor do presídio de Formosa, Ari Rodrigues da Silva, de 43 anos. O diplomata foi socorrido por um casal.

Segundo disse aos médicos, o farol da moto apareceu de repente, em zigue-zague na sua frente na estrada, que é de mão dupla. O choque foi inevitável porque ele e o motociclista desviaram, simultaneamente, para o mesmo lado, o esquerdo.

São Paulo: Veículo em alta velocidade capota e fere cinco

Amaral sofreu um corte profundo e de 15 centímetros de extensão na cabeça e foi encaminhado ao Hospital de Urgências de Anápolis. Seu quadro clínico permaneceu estável durante sua estadia na unidade. 

Durante os governos de Fernando Henrique, o diplomata foi secretário de Comunicação e porta-voz (1995-1998) e ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (2001-2002).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.