Avião da Webjet é alvo de ameaça falsa de bomba no Recife

Aeronave seguia para o aeroporto Antonio Carlos Jobim-Galeão, no Rio de Janeiro

Reuters |

Uma falsa ameaça de bomba forçou um avião da Webjet a voltar para o portão de embarque momentos antes de decolar do Recife na noite de segunda-feira e dois passageiros foram impedidos pela Polícia Federal de continuar a viagem.

A aeronave seguia para o aeroporto Antonio Carlos Jobim-Galeão, no Rio de Janeiro, às 19h40, quando recebeu um pedido da torre de controle para abortar a decolagem e voltar ao terminal do aeroporto internacional da capital pernambucana, informou a companhia aérea em comunicado.

"Os clientes foram desembarcados e, após procedimento de segurança executado pela Polícia Federal, dois passageiros tiveram seu embarque restringido, sendo o voo liberado em seguida", afirmou a Webjet.

A Polícia Federal em Pernambuco confirmou o incidente, mas não deu mais detalhes da operação.

"Houve uma ameaça de bomba a bordo que se mostrou falsa", disse à Reuters um oficial da Polícia Federal que preferiu não ser identificado. "A suspeita era de que esses dois passageiros tinham ligação com a denúncia".

A companhia aérea informou ainda que o voo decolou às 22h35 para o Rio de Janeiro e que todos os clientes receberam assistência das equipes a bordo e no aeroporto.

A Webjet foi comprada pela Gol em 8 de julho do ano passado por 96 milhões de reais. Juntas, as companhias possuem participação de mercado doméstico de 41,15 por cento, segundo dados de março da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

(Reportagem de Carolina Marcondes e de Bruno Marfinati, em São Paulo)

    Leia tudo sobre: BRAZILAEREASWEBJETBOMBA

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG