Este ano, pela primeira vez, a população prisional também será vacinada; idosos, crianças entre seis meses e dois anos, entre outros, deverão se vacinar

selo

A campanha de vacinação contra gripe começa dia 5 em todo o País. Idosos, crianças entre seis meses e dois anos, trabalhadores, gestantes, indígenas terão até dia 25 de maio para ir a um dos 65 mil postos para receber o imunizante. Este ano, pela primeira vez, a população prisional também será vacinada. A meta é imunizar pelo menos 24 milhões _ 80% do público alvo, equivalente a 30,1 milhões de pessoas.

"A vacina é segura. Ela não causa gripe depois da aplicação", garantiu o secretário de Vigilância do Ministério da Saúde, Jarbas Barbosa. Pessoas com alergia a ovo, doenças agudas, febre ou com problemas neurológicos devem procurar o médico antes de se vacinar, para avaliar o que deve ser feito.

Vacina da gripe reduz risco de parto prematuro

Crianças menores de dois anos que nunca foram vacinadas contra gripe devem receber duas doses, com intervalo de um mês entre cada uma. Aquelas que receberam o imunizante no ano passado precisam apenas de uma dose. A vacina deste ano, produzida pelo Instituto Butantã, é feita com cepas de três vírus, incluindo o que provocou a pandemia em 2009, o H1N1.

No Planalto, Dilma se vacina contra a gripe

O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, afirma não ser obrigatória a apresentação da carteira da vacinação. Ele, no entanto, aconselha que população vá com documento, para, se necessário, atualizar as outras vacinas. Em 2011 foram registradas 53 mortes provocadas por gripe, um número 64,1% inferior ao que havia sido registrado em 2010, quando 148 óbitos foram comprovados. No mesmo período, o número de casos graves teve redução de 44%. Ano passado, foram 5.230.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.