No período de 10 anos, entre 2000 e 2010, mais 84 mil pessoas se autodeclararam indígenas. Eles estão presentes em 80,5% dos municípios brasileiros

Indígenas já estão presentes em mais de 80% dos municípios brasileiros, diz pesquisa
Fiona Watson/Survival/Reprodução
Indígenas já estão presentes em mais de 80% dos municípios brasileiros, diz pesquisa
O Censo de 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) revelou que mais de 817 mil pessoas se autodeclaram indígenas no Brasil. Isso indica o crescimento de 11,4% da população. Além disso, segundo a pesquisa, a presença indígena está espalhada pelo País e foi registrada em 80,5% dos municípios brasileiros. Em 2000, o percentual era de 63,5%. São Paulo é a cidade com o maior número de indígenas vivendo em zona urbana: 11,9 mil pessoas.

Leia também: Dez fazendas são ocupadas por índios no sul da Bahia

Segundo o IBGE, o Censo 2010 permite ter um conhecimento da grande diversidade indígena existente no Brasil. No último estudo, o instituto, pela primeira vez, investigou o contingente populacional indígena dentro do quesito cor ou raça e introduziu critérios adicionais, como étnia, a língua falada no domicílio e a localização geográfica.

Sobre a presença da comunidade indígena na área urbana, os índices foram negativos, correspondendo a uma redução de 68 mil pessoas. Isso indicaria que as pessoas estariam deixando de se classificar como indígenas, por não ter afinidade com seu povo de origem, ou preferindo viver nas zonas rurais. As regiões mais afetadas por essa transição são as Sudeste, Sul e Centro-Oeste, com exceção do Estado do Mato Grosso do Sul. O maior declínio foi registrado no Rio de Janeiro: -7,8% ao ano, aproximadamente 20 mil pessoas.

Já na área rural o comportamento foi inverso, o crescimento foi 3,7% ao ano, destacando a elevada taxa de crescimento de 4,7% ao ano da região Nordeste. Em 10 anos, o Acre teve um crescimento de 7,1% ao ano, seguido de Paraíba, com 6,6% ao ano, e Roraima, com 5,8% ao ano.

A melhor compreensão sobre a mudança do perfil desse indígena é necessária a comparação dos dados dos censos de 1991, 2000 e 2010. No primeiro estudo, com um total de 294 mil indígenas, a maioria vivia nas áreas rurais do País - cerca de 223 mil - contra os 71 mil que foram localizados nas áreas urbanas. Já com o Censo 2000, com uma metodologia mais avançada, foram registradas mais 440 mil pessoas que se autodeclaram indígenas. Um crescimento de 150% em relação ao Censo 1991. Nesse cenário, os índios foram contabilizados em maioria na zona urbana (383 mil) contra 350 mil que viviam nas áreas rurais.

Com o estudo de 2010, como já citado anteriormente, fica notável a diminuição da presença dos índios nas metrópoles e cidades da região Sudeste, foram encontrados apenas 315 mil. Já nas zonas rurais, no mesmo período, 502 mil indígenas foram registrados.

Atualmente, a maior população indígena do País pode encontrada no Estado do Amazonas, que possui com 20,6% ou 168,7 mil pessoas. Já o menor número foi encontrado no Rio Grande do Norte de 0,3% ou 2,5 mil representantes.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.