MST ocupa prédio de ministério e pede audiência com Dilma

Ocupação ocorre no prédio do Ministério de Desenvolvimento Agrário. MST abre jornada nacional de luta pela reforma agrária, em Brasília

Agência Brasil |

Marcello Casal JR/ABr
Integrantes do MST invadiram no final da madrugada prédio do ministério, em Brasília

Integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) ocuparam nesta manhã o prédio do Ministério de Desenvolvimento Agrário (MDA) em Brasília. Segundo José Damasceno, da coordenação nacional do movimento, a ocupação teve início às 5h40 e abre a “jornada de luta” na campanha do abril vermelho. De acordo com o MST, o protesto reúne 1,5 mil pessoas. Os funcionários do ministério estão impedidos de entrar no prédio.

Leia também: MST abre 'abril vermelho' em Pernambuco com ocupação de fazenda

Segundo Damasceno, o MST quer que “a presidenta marque uma audiência com os trabalhadores”. A avaliação do ativista é que “o governo, após um ano e quatro meses da posse, não iniciou a reforma agrária”, por “falta de prioridade política”.

Entre as reivindicações do grupo estão a elaboração de um plano emergencial para o assentamento de mais de 186 mil famílias acampadas e a criação de um programa de desenvolvimento dos assentamentos, com investimentos públicos em habitação rural, educação e saúde, além de crédito agrícola, informa comunicado do movimento.

Dilma ignora 'abril vermelho' e corta recursos do Incra

Na opinião de José Damasceno, o Palácio do Planalto tem demonstrado que “quer desenvolver o Brasil”, mas para isso “é preciso resolver uma dívida social”, disse se referindo à concentração da propriedade de terras no país. “A reforma agrária é uma medida social e produtiva: aquece a economia, gera renda e ainda aumenta a produção de alimentos”.

O MST deverá fazer ao longo da semana outras ocupações de terra e de prédios públicos (como as delegacias do Ministério da Fazenda e as sedes do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária, Incra, nos estados), informou Damasceno.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG