2010 em Santiago de Compostela

2010 em Santiago de Compostela São Paulo (AE) - O termo sagrado, tão usado em referência a Santiago de Compostela, a capital da Galícia, será ainda mais adequado como definição em 2010. Um dos principais destinos mundiais de peregrinação católica viverá novamente, depois de cinco anos, um Ano Santo, também conhecido como Jubileu Apostólico.

Agência Estado |

Por definição papal, em anos assim, fiéis que visitam a catedral da cidade espanhola obtêm perdão para todos os pecados. Tentador, não?
O EVENTO - O Ano Santo ocorre quando o dia consagrado ao apóstolo Santiago, 25 de julho, cai em um domingo. Tradição que teve início em 1922, quando o papa Calixto II concedeu à Catedral de Santiago de Compostela o privilégio do perdão dos pecados.

Para sair de lá com a alma purificada é preciso rezar uma oração, se confessar e comungar durante uma celebração eucarística. Há confessionários em diferentes idiomas distribuídos pela igreja.

Além de fé, a ida à cidade espanhola em 2010 exigirá jogo de cintura para conviver com o intenso movimento turístico. São aguardados 8 milhões de visitantes durante o ano, dos quais pelo menos 250 mil devem fazer o percurso completo, com direito a peregrinação pelo famoso Caminho de Santiago.

O QUE FAZER - A indispensável visita à catedral só fica completa depois de uma caminhada pelo telhado, para apreciar a vista lá de cima. É preciso fazer reserva: www.santiagoreservas.com.

Nos intervalos da programação religiosa, é na cidade velha que os turistas se divertem. Restaurantes especializados em frutos do mar servem a variada gastronomia da Galícia. Bares e baladas recebem levas de estudantes - aproximadamente um terço da população é formada por universitários - e, é claro, de visitantes dispostos a aproveitar a noite.

Para alegria de todos, as atrações ficam bem perto umas das outras e a grande pedida é se deslocar a pé. Até para não deixar passar nenhum lance do movimento das ruas, que já é parte da festa. Só não vale perder o bom humor se for pego por uma chuva no caminho. Os pés d’água da cidade são famosos.

COMO IR - O peregrino que se preze (ou o viajante não tão fervoroso, mas dono de espírito aventureiro a toda prova) percorre o caminho até Santiago a pé. Há cinco opções de trajeto. O mais tradicional começa nos Pireneus, na França, e tem 800 quilômetros de extensão. Muitos optam por ir de bike ou a cavalo. Na falta de preparo físico, vá direto para lá: o voo São Paulo-Santiago de Compostela-São Paulo custa a partir de R$ 2.299 na Iberia (www.iberia.com) e R$ 3.404 na Lufthansa (www.lufthansa.com).

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG