110 crianças ficam doentes após brincar em piscina

VOTORANTIM - Cento e dez crianças apresentaram sinais de infecção pelo corpo depois de brincarem em uma piscina de sabão em uma escola do bairro Jardim São Mateus em Votorantim, no interior paulista. De acordo com o secretário de Comunicação do município, César Silva, elas apresentam manchas pelo corpo, vermelhões com vestígios de pus e dor, principalmente nas nádegas e nas costas.

Agência Estado |

Segundo ele, exames estão sendo feitos e o resultado deve sair em 72 horas.

Silva disse que o brinquedo fazia parte das atividades da semana da criança. A piscina de sabão foi escolhida, afirmou, pelos próprios alunos e contratada de uma empresa local pela Associação de Pais e Mestres (APM) e pelo Conselho da escola Patrícia Maria dos Santos.

De acordo com o secretário, os 360 alunos da escola para o ensino fundamental, que oferece aulas em período integral, foram divididos em dois grupos para brincar na piscina, um de manhã e outro à tarde. Silva disse que apenas os alunos que brincaram no período da tarde na piscina de sabão apresentaram a infecção. "Todas tiveram contato com o brinquedo. Porém, só aquelas que brincaram à tarde apresentaram os sinais", afirmou.

A primeira suspeita, explicou o secretário, foi de escarlatina, com base em sintomas apresentados por apenas uma criança. Porém, segundo o secretário, as outras tiveram sintomas diferentes, o que descartou a hipótese. Silva informou que a prefeitura orientou os pais das crianças que tiveram contato com o brinquedo a comparecerem a uma Unidade Básica de Saúde (UBS). De acordo com Silva, o número de médicos pediatras na unidade mais próxima à escola foi até reforçado para a realização de exame, cujo resultado deve sair em três dias. "Não podemos ainda apontar responsáveis ou dizer o que realmente ocorreu. Temos de esperar os exames", afirmou.

    Leia tudo sobre: crianças

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG