Brasil vive momento excepcional com Paraguai, diz Lula

No dia em que se encontra com o presidente do Paraguai, Fernando Lugo, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que os dois países vivem um momento excepcional em suas relações. "O Brasil tem consciência de que os seus vizinhos precisam ser economicamente fortes, que precisam crescer, e uma das coisas principais que nós estamos tratando hoje com o Paraguai é a construção de uma linha de transmissão para que o Paraguai possa utilizar mais energia de Itaipu, um investimento que vai custar por volta de US$ 400 milhões, para garantir o fim do apagão em Assunção e em outras cidades do Paraguai", disse Lula, em seu programa semanal de rádio "Café com o Presidente".

iG São Paulo |

No dia em que se encontra com o presidente do Paraguai, Fernando Lugo, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que os dois países vivem um momento excepcional em suas relações. "O Brasil tem consciência de que os seus vizinhos precisam ser economicamente fortes, que precisam crescer, e uma das coisas principais que nós estamos tratando hoje com o Paraguai é a construção de uma linha de transmissão para que o Paraguai possa utilizar mais energia de Itaipu, um investimento que vai custar por volta de US$ 400 milhões, para garantir o fim do apagão em Assunção e em outras cidades do Paraguai", disse Lula, em seu programa semanal de rádio "Café com o Presidente".

Além dessa questão, os dois presidentes discutirão temas mais complexos, como os relacionados à segurança. De acordo com a Agência Brasil, dentre os assuntos em pauta estão as denúncias de envolvimento de brasileiros em atos criminosos na fronteira do Brasil com o Paraguai, a concessão de refúgio pelo governo brasileiro a três paraguaios suspeitos de crimes comuns em seu país e a situação dos "brasiguaios" - brasileiros que moram no Paraguai.

Na avaliação das autoridades dos dois países, o ideal é a definição de cooperação compartilhada. Os dois presidentes reúnem-se em Ponta Porã, município de Mato Grosso do Sul que faz fronteira com a cidade paraguaia de Pedro Juan Caballero. O encontro ocorre uma semana após o senador paraguaio Robert Acevedo (Partido Liberal) ter sofrido um ataque e, entre os suspeitos, estarem dois brasileiros.

Embrapa

No programa semanal de rádio, Lula falou também sobre os 37 anos da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). De acordo com o presidente, "a Embrapa fez uma revolução na agricultura brasileira, garantindo o desenvolvimento do agronegócio, mas também garantindo o desenvolvimento da agricultura familiar".

"E mais importante do que tudo isso é que a Embrapa colocou o Brasil como um dos países mais extraordinários na produção de alimentos, o que é uma coisa fantástica; na produção do etanol, na produção de soja, na produção de carne. O Brasil virou um país 'fantasticamente' respeitado no mundo."

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG