Bassuma, com 1% das intenções de voto, quer 2º turno na Bahia

Candidato do PV conta com "onda verde" para seguir na disputa

Lucas Esteves e Aura Henrique, iG Bahia |

Luiz Bassuma, (PV), candidato ao Governo da Bahia, votou na manhã deste domingo no colégio Rafael Serravale, no bairro da Pituba, e aproveitou para repetir o discurso dos adversários ao dizer que garante que estará no segundo turno contra Jaques Wagner (PT). Ele foi ao local acompanhado da mulher, Rose, candidata a deputada federal, da vice, Lília Amorim, e recebeu cumprimentos de muitos eleitores. 

Segundo o deputado federal, que possui cerca de 1% das intenções de voto, uma “onda verde” aparentemente imperceptível tomou conta do Estado e o levará à decisão final contra o candidato à reeleição. Ele disse que os sinais de uma mudança no eleitorado são fortes, apesar de não serem percebidos por todos. Bassuma fez questão de entrar na fila normalmente para votar, mesmo tendo direito a prioridade. 

Ele declarou que acompanhará a apuração dos votos em casa com amigos e aliados e, nesse ínterim, irá cozinhar para todos. “Não cozinhei esse tempo todo”. A candidatura de Bassuma ainda não é unanimidade no PV. O ministro da Cultura, Juca Ferrreira, outrora a maior representação baiana na legenda e atualmente sem partido, comentou durante a votação de Jaques Wagner que, com exceção de Marina Silva, o partido de uma maneira geral sofre de “escoliose para a direita”. 

Segundo o titular da pasta federal, o posicionamento de Bassuma, assim como as coligações de Fernando Gabeira com o PSDB no Rio de Janeiro, mostra que o PV está sofrendo uma crise de identidade. O ministro, que declarou voto em Wagner e Dilma Rousseff, se afastou do PV no início do ano depois que Bassuma foi confirmado como candidato da legenda ao Governo do Estado. 

    Leia tudo sobre: luiz bassumapveleições ba

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG