Ataques de pistoleiros a postos de controle em Bagdá deixam 6 mortos

Bagdá, 10 mai (EFE).- Pelo menos seis membros da Polícia e do Exército iraquianos morreram hoje e outros dez ficaram feridos nos ataques perpetrados por homens armados com pistolas contra cinco postos de controle das forças de segurança em Bagdá, informaram fontes policiais.

EFE |

Bagdá, 10 mai (EFE).- Pelo menos seis membros da Polícia e do Exército iraquianos morreram hoje e outros dez ficaram feridos nos ataques perpetrados por homens armados com pistolas contra cinco postos de controle das forças de segurança em Bagdá, informaram fontes policiais. Além disso, outros dois policiais morreram e 11 pessoas sofreram ferimentos pela explosão de três artefatos explosivos, também na capital iraquiana. Um grupo de insurgentes armado com pistolas com silenciadores atacou um posto de controle do Exército na região de Al Ghadir, ao leste de Bagdá, matando dois soldados e ferindo outros dois, explicaram à Agência Efe as fontes. Em outro incidente, um policial morreu e outro ficou ferido em um ataque contra o posto de controle onde se encontravam no bairro do Wehda, no centro da capital. No bairro de Al Adl, no oeste de Bagdá, um militar perdeu a vida e outros três ficaram feridos em um atentado que aconteceu em condições similares. Outro soldado morreu e três ficaram feridos por disparos de insurgentes em um posto de controle do Exército em Al Ghazaliya, oeste de Bagdá. Na região de Al Yarmouk, um soldado morreu e outro ficou ferido em um atentado similar. Além disso, dois policiais morreram e outras cinco pessoas ficaram feridas pela explosão de uma bomba durante a passagem de um comboio da Polícia no bairro de Al Jihad, Bagdá. Outros dois artefatos explodiram em dois bairros do sul de Bagdá e causaram ferimentos a seis pessoas, acrescentaram as fontes. EFE ah/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG